Pipoca pode ajudar a emagrecer, diz estudo

A redação
Estudos apontam que petiscos nos intervalos entre as refeições mais ajudam que atrapalham as dietas; pipoca pode ser aliada na busca da boa forma
Rica em fibras, a pipoca causa sensação de saciedade e tem baixa caloria.
Um guia publicado pela Academy of Nutrition and Dietetics (Academia de Ciência da Nutrição e Dietas), nos Estados Unidos, revela que comer pipoca pode ajudar a emagrecer. Além de saudável, o alimento à base de milho é capaz de dar a sensação de saciedade nos momentos de gula, evitando a ingestão de outros alimentos mais calóricos.
 
Não se trata de um incentivo para substituir refeições. Na verdade, para quem busca o emagrecimento, a estratégia é evitar alimentos gordurosos ou com alto teor de açúcar nos intervalos entre as refeições. A pipoca entra em cena como uma solução saborosa, perfeita para provocar rapidamente um estado de saciedade. 
 
Nutritiva, a pipoca é rica em carboidratos, fibras e polifenóis - este último um importante antioxidante, capaz de combater os radicais livres, reduzindo os riscos de doenças cardíacas e retardando o envelhecimento precoce. Diferente do que se pensa, ela é também um alimento de baixa caloria. O que aumenta o valor calórico da pipoca são os óleos ou manteiga adicionados ao milho.
 
Desta forma, os pesquisadores alertam para o preparo da pipoca. O “balde” que se compra no cinema, em geral preparado com muita manteiga ou gordura hidrogenada, não é recomendado. O ideal é a pipoca feita sem óleo, em micro-ondas ou em pipoqueiras que funcionam com pressão de ar quente, fazendo o milho estourar naturalmente. Alguns estabelecimentos usam este método. Na dúvida, pergunte ao atendente.
 
A quantidade de sal também deve ser moderada - e aí as pipocas de cinema entram novamente como vilãs. Não é preciso levar pipoca de casa para o cinema, mas coma em menor quantidade ou divida com alguém. Para acompanhar, prefira água em vez de refrigerantes.
 
Copyright foto: iStock

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto