Pesquisa mostra que nenhum brasileiro se protege do sol corretamente

Fernanda Lima

Estudo da Sociedade Brasileira de Dermatologia também revelou somente 23% usam o protetor solar diariamente

Não usar protetor solar aumenta até 10 vezes a chance de ter câncer de pele.


A Sociedade Brasileira de Dermatologia divulgou nesta terça-feira (27) uma nova pesquisa sobre como os brasileiros estão se protegendo do sol. De acordo com o estudo, nenhum dos brasileiros se protege de forma completa (evitando o sol das 10h às 16h, usando chapéu, óculos, protetor solar, sombrinha ou guarda-sol) e somente 23% usam o protetor  solar diariamente.

Durante cinco dias, 2069 mil brasileiros, em 130 municípios tiveram os seus hábitos de fotoproteção avaliados. Segundo Sérgio Schalka, Coordenador da Pesquisa e do Consenso de Fotoproteção da Sociedade Brasileira de Dermatologia, "ainda temos grande parcela da população que não se previne adequadamente, precisamos reverter este quadro".

O estudo mostrou ainda que, nos momentos de lazer, 4% dos entrevistados não se protegem de forma alguma quando estão na praia, piscina, cachoeira, banho de rio ou lago. Além disso, 44% dos entrevistados afirmaram que que costumam se expor ao sol em praias ou piscinas 10 às 15h, considerado o pior horário para pegar sol. 

As mulheres, por sua vez, usam significativamente mais o protetor solar nas atividades de lazer (79%) do que os homens (52%). Vale lembrar que o uso de protetor previne uma doença grave: o câncer de pele. Além disso, não usá-lo aumenta 10 vezes o risco de contrair esta doença

Copyright foto: iStock

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto