Polícia prende suspeitos de assaltar Kim Kardashian em Paris

Adriana Douglas

Em ação violenta realizada em outubro do ano passado, ladrões levaram diversas joias da socialite avaliadas em cerca de 11 milhões de dólares

Após assalto violento, Kim Kardashian decidiu se afastar das redes sociais para poupar sua privacidade.


A polícia francesa pode estar bem perto de encontrar os responsáveis pelo assalto violento à Kim Kardashian, ocorrido em outubro do ano passado, em Paris. Na manhã desta segunda-feira (09), uma operação policial prendeu um grupo de 17 pessoas suspeitas de participarem do roubo.

De acordo com agências internacionais, as prisões foram realizadas simultaneamente na capital e em cidades do sul da França. Informações divulgadas pela Associated Press revelam que os detidos têm entre 23 e 72 anos e já eram conhecidos da polícia por assaltos e outros crimes anteriores. Ainda segundo o veículo, foram encontradas armas de fogo e 140 mil euros em dinheiro durante a operação.

Na manhã desta terça-feira (10), o jornal Le Monde informou que um dos detidos era motorista de uma empresa de limusines que a família de Kim costumava contratar na França. Ele teria sido inclusive a última pessoa a ter contato com a socialite na noite do roubo. De acordo com a publicação, as investigações teriam conseguido chegar até os suspeitos graças à análise de traços de DNA encontrados no local do crime.

Na ocasião do assalto, Kim Kardashian foi rendida dentro de uma residência de luxo em Paris por homens armados que levaram diversas joias, avaliadas em cerca de 11 milhões de dólares (R$ 35 milhões) – um colar de diamantes roubado chegou a ser encontrado em uma rua próxima ao endereço do assalto.

Trauma pós-assalto

Logo após o ocorrido, a esposa de Kanye West decidiu se afastar das redes sociais para poupar sua privacidade e evitar tanta exposição de sua vida pessoal. Nos primeiros dias de 2017, depois de mais de três meses longe da web, é que a rainha das selfies voltou a postar em suas páginas pessoais.

Nesta semana, em uma prévia de um novo episódio do reality Keeping Up With the Kardashians, a morena também surpreendeu seus fãs ao falar pela primeira vez sobre os momentos de terror que passou na capital francesa. "Eles iam me dar um tiro nas costas. Não teria como eu fugir. Eu fico perturbada só de lembrar", diz ela chorando para suas irmãs. O capítulo completo vai ao ar em março pelo canal E!. Confira o vídeo abaixo em inglês:
 


Copyright foto: Broadimage/Shutterstock/SIPA

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto