Em entrevista, Brad Pitt fala sobre divórcio e problemas com álcool

Fernanda Lima

O ator de 53 anos contou que está fazendo terapia e que parou de beber após a separação de Angelina Jolie. "Eu estava me embebedando demais. Não queria mais viver assim", disse ele à revista GQ americana

Brad Pitt estampa capa de revista e fala sobre assuntos polêmicos. © Chris Pizzello/AP/SIPA

 

Longe dos holofotes desde sua separação, Brad Pitt ressurgiu na mídia como estrela da capa da revista GQ Style deste mês. Mais magro do que o costume, o ator de 53 anos quebrou o silêncio a respeito do divórcio de Angelina Jolie e ainda falou à publicação sobre seus problemas com álcool. 

Na entrevista, o astro comparou a separação a um estado de luto. "Se você ama uma pessoa, deixa-a livre. Agora eu sei o que isso significa: significa amar sem esperar nada em troca", afirmou. Lembrando que Pitt e Jolie se separaram em setembro de 2016, depois de mais de 10 anos juntos. O casal tem seis filhos: Maddox, Pax, Zahara, Shiloh e os gêmeos Vivienne e Knox.

Ainda na conversa, o ator revelou que atualmente está fazendo terapia e que parou de beber álcool após a separação. "Eu estava me embebedando demais. Não queria mais viver assim. A bebida estava virando um problema. E estou muito feliz em estar sóbrio há um ano e meio. O que é uma sensação agridoce, mas eu consegui voltar a ter controle sobre meus sentimentos", disse.

O galã de Hollywood também lembrou episódios marcantes de sua infância em Springfield, Estados Unidos, e de como se tornou dependente em álcool. “Não me recordo de um dia em que tenha saído da escola e não tenha ficado bêbado ou usado cigarro de maconha. (..) Eu parei com tudo isso quando comecei minha família, exceto com a bebida", contou. 

À revista, Pitt falou que também tem se dedicado à arte: "Estou fazendo de tudo. Trabalho com argila, gesso, madeira... Conhecendo os materiais. É um trabalho muito solitário”, disse o ator, que admitiu que sua única companhia no momento é de Jacques, seu bulldog.

 

 

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto