Gastos extravagantes de Johnny Depp são revelados em processo

Jessica Krieger

O ator chegou a pagar US$ 7 mil em sofá do set de Keeping Up With The Kardashians para presentear a filha, Lily-Rose Depp

Johnny Depp processa ex-agentes por crise financeira. © SMIEJKOWSKA/Shutterstoc/SIPA


Depois de um conturbado divórcio com Amber Heard, Johnny Depp está passando por dificuldades financeiras. O ator está processando seus ex-agentes pelo "rombo" em suas contas pessoais.

Nesta batalha que acontece em um tribunal de Los Angeles, documentos revelaram alguns gastos curiosos de Depp, como a compra de um sofá de US$ 7 mil (cerca de R$ 22 mil) do set de Keeping Up With The Kardashians, para sua filha, Lily-Rose Depp.

Os ex-agentes alegam que Johnny Depp é um comprador compulsivo: segundo levantamento dos advogados da The Management Group (TMG), que gerenciava a carreira do ator, ele gastou US$ 17 mil (mais de R$ 53 mil) em bolsas e malas da Prada além de US$ 126 mil (quase 400 mil reais) usados na festa de casamento com Amber que, segundo fontes, contou com apenas 12 pessoas. 

Os documentos mostrariam, ainda, que Johnny Deep desembolsou mais de US$ 3 milhões para explodir um canhão com cinzas do escritor Hunter Thompson - que foi interpretado pelo ator nos filmes "Medo e delírio" e "Diário de um jornalista bêbado". No processo, ele pede US$ 25 milhões por dados, fraude e negligência, destacando que pode usar seu dinheiro como bem entender. 

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto