Taylor Swift testemunha contra DJ acusado de assédio sexual

Fernanda Lima

David Mueller foi acusado pela cantora de colocar a mão por debaixo da sua saia e apalpar suas nádegas durante sessão de fotos

Taylor Swift testemunha novamente contra DJ. © John Salangsang/AP/SIPA

 

Taylor Swift testemunhou, na última quinta-feira (10), no julgamento contra o DJ David Mueller, acusado de assediar sexualmente a cantora em 2013. "O que o senhor Mueller fez foi muito intencional", disse a estrela pop no tribunal em Denver, nos Estados Unidos. "Foi horrível e chocante, nunca tinha lidado com algo assim”. 

O primeiro depoimento da cantora pop contra o DJ já havia sido revelado em outubro do ano passado. Na época, Taylor contou que Mueller colocou a mão por debaixo da sua saia e apalpou suas nádegas enquanto tirava fotos após um show. "Ele entrou na sala junto com uma mulher. Agradeci pela presença e ele fez questão de afirmar que estava com os organizadores do show. Voltei a agradecer e perguntei se eles queriam uma foto. Então ele pediu que eu ficasse no meio e nesse momento ele levantou meu vestido e me apalpou”. 

O DJ compareceu ao julgamento e admitiu ter tocado Taylor Swift enquanto posava com ela e sua namorada, Shannon Melcher, mas negou ter agarrado a sua bunda. "Achei que era a sua costela", disse Mueller, acrescentando que não sabia exatamente onde havia colocado a mão porque estava olhando para o fotógrafo.

Depois que cantora depôs sobre o ocorrido, o DJ foi demitido de seu trabalho, mas processou a artista pedindo uma indenização proporcional ao seu salário anual na época, no valor de aproximadamente 150 mil dólares. Segundo o DJ, o assédio tinha sido acidental e quem assediou a cantora foi, na verdade, seu ex chefe.

Durante o julgamento mais recente, Andrea Swift, mãe da cantora, contou que o episódio afastou Taylor dos fãs. "Isso absolutamente estilhaçou nossa confiança", disse. Segundo ela, eventos de encontros com fãs foram reduzidos desde então e detectores de metal passaram a ser colocados em todos os lugares em que sua filha interage com o público.

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto