SPFW: Triya redescobre o Brasil em peças beachwear

Jessica Krieger

A estilista Isabela Frugiuele trouxe uma coleção sob o olhar dos colonizadores portugueses ao descobrir a nova terra...em um dia de sol!

Desenhos tropicais são destaques nas estampas de biquínis, maiôs e saídas de praia. © iMAXtree


Motivos indígenas bem como referências à fauna e flora do país permearam o desfile da Triya durante o SPFW N44. A marca de beachwear fez referências ao Brasil visto de fora, sob o olhar do colonizador português.

Dentro dessa ótica, estampas coloridas tropicais inspiraram biquínis, maiôs recortados e saídas de praia. A marca apresentou, ainda, novas silhuetas para a moda-praia, com uma modelagem mais larga e confortável para as tangas. Algumas delas, surgem com duplas amarrações nas laterais, enquanto outras seguem a linha hot pant com um toque mais jovial. 

Os tops continuam maiores, como um cropped que pode ser usado tanto nas areias quanto naqueles momentos de descanso à beira-mar. Além de padronagens que celebram a natureza exuberante do país, a estilista Isabela Frugiuele apostou em animal print colorido, preto e branco, dourado e tons nude até em versão jeans. 

Destaque para a parceria entre a Triya e a Schutz que trouxe a lycra, material que impera nas praias, como uma novidade para os pés nesta coleção. Outros materiais como a camurça, couro nobuck, vinil e fibras naturais aparecem nas opções variadas de sandálias, mules, slides e flatforms.

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto