Anemia: saiba quais são os sintomas e como tratá-la

Fernanda Lima
Doença pode atingir todas as faixas etárias e se caracteriza por sintomas como indisposição e fraqueza

Uma alimentação balanceada, rica em ferro e sais minerais, garante distância da anemia.


A perda de vigor, fadiga, indisposição, unhas e cabelos quebradiços, desatenção e fraqueza são alguns dos sintomas de uma doença bastante comum. A anemia, segundo a Organização Mundial da Saúde, atinge 2 bilhões de pessoas no mundo todo.

Segundo a Dra. Ana Cristina Belsito, chefe do setor de Endocrinologia do Hospital São Vicente de Paulo (RJ), a anemia ocorre quando o nível de hemoglobina no sangue está abaixo do normal. Isso acontece devido à carência de um ou mais nutrientes essenciais, como o ferro, vitamina B12, ácido fólico e zinco

A causa é geralmente uma alimentação desequilibrada, mas estudos recentes mostram que doenças como reumatismo, disfunção na tiroide, perda de função do rim, além de câncer, HIV e hemorragia também podem causar anemia. 

A doença pode atingir crianças, gestantes, lactentes, adolescentes, adultos em fase reprodutiva e idosos. Nas crianças, os sintomas também incluem retardo de crescimento, do desenvolvimento cognitivo e da coordenação motora.  Comportamento alterado e queda da imunidade podem igualmente ser causados pela anemia. 

Para a médica, depois de diagnosticada a doença, seu tratamento deve ser imediato e é feito basicamente com a reposição do nutriente em carência.

A especialista alerta que a anemia também pode se tornar mais complexa quando atinge pacientes com doenças crônicas, como câncer, ou que sofrem de sangramentos intensos. Nesses casos, há necessidade de transfusões e injeção venosa de ferro e intramuscular de B12.

Alimentação balanceada

Uma boa alimentação, como muitos estão cansados de escutar, é a chave para manter o equilíbrio do corpo. Segundo a médica, uma alimentação balanceada e rica em ferro e sais minerais já garante distância da doença.

Deve-se investir no consumo de legumes verdes, leguminosas, cereais integrais, carnes e evitar o excesso de cafeína, pois ela reduz absorção de ferro.

Outro fator importante é o diagnóstico rápido: ao primeiro sinal da doença, deve-se consultar um especialista que fará exames laboratoriais (hematológicos) no paciente. 

Copyright foto: iStock

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto