Facite plantar: conheça a doença que causa dor na parte inferior do pé 

Ana Paula Cardoso

Excesso de peso é uma das causas do incômodo que pode, inclusive, impedir a prática de exercícios físicos

Fascite plantar causa dores e pode atrapalhar atividades físicas.

 

Uma dor que pode tanto começar de um dia para o outro ou simplesmente ir crescendo com o passar do tempo. É assim que começam os sintomas de uma doença incômoda e menos rara do que se imagina: a fascite plantar.

Caracterizada por pequenas fisgadas ou dores intensas na região posterior dos pés, na sola e calcanhares, a fascite plantar é, por definição, a inflamação crônica da fáscia plantar (espécie de membrana que separa os músculos dos ossos na sola do pé), junto ao calcâneo.

"Normalmente as causas são excesso de peso, algumas atividades físicas como corrida ou balé, permanecer muito tempo em pé com calçado que não tenha pequena elevação no calcâneo e uso de tamancos de madeira", explica Luni Freire, fisioterapeuta e diretora da Corpus de Lune, no Rio de Janeiro.

Prevenção e diagnóstico da fascite plantar

Segundo especialistas, é possível prevenir a fascite plantar mantendo o peso corporal adequado, lançando mão do usos de palmilhas de silicone que possam corrigir eventuais defeitos da pisada e optando por sapatos adequados, de preferência que tenham saltos, mas não muito altos.

Grande parte do diagnóstico da fascite plantar é feita por meio da descrição dos sintomas pelo paciente. Mas, para observar se a inflamação da fáscia plantar causou alguma lesão no osso, os médicos podem solicitar uma radiografia dos pés.

Tratamento da fascite plantar

De acordo com a  especialista, o tratamento principal é o relaxamento desta região. Alongamentos e massagens são as principais recomendações. A fisioterapia tem o melhor resultado, pois fortalece a musculatura do pé evitando sobrecarga no calcâneo. 

Embora anti-inflamatórios e analgésicos possam ser receitados em caso de dor intensa, a fascite plantar pode ser amenizada de outras formas. "Pode-se utilizar aparelhos que minimizam o quadro inflamatório sem precisar fazer uso de medicamentos", ressalta a Luni.

Para aliviar os sintomas e acabar com a dor causada pela fascite plantar, as principais orientações são:

  • alongar os pés em ponta e flexionar;
  • massagear os pés com os polegares das duas mãos como se estivesse esticando um lençol;
  • esfregar a sola dos pés em um bastão ou rolo;
  • evitar exercícios físicos de alto impacto, como corridas e rumba, e fazer natação ou ouras atividades dentro d'água;
  • fazer diariamente o alongamento do calcanhar e tendões.

E apesar de ser uma doença capaz de se tornar recorrente, a boa notícia é que os sintomas podem ser controlados e os pacientes não precisam "carregar" estas dores para o resto da vida. "Quando seguidas as orientações e mudanças de hábito de vida, a inflamação pode não ocorrer novamente", completa a fisioterapeuta Luni Freire.

 

Copyright foto: iStock

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto