Dormência nas mãos: o que pode gerar esse problema?

Daniel Navas

Popularmente conhecida como formigamento, a sensação de dormência nas mãos pode ter diversas causas, desde má posição a doenças mais graves

Por trás da dormência nas mãos pode haver outra doença perigosa. iStockphoto.com/dolgachov


Muitas vezes, quando se dorme sobre as mãos ou os braços, é comum acordar com a região dormente, aquela sensação parecida com formigas andando pelo local afetado. Nesse caso, a dormência nas mãos é completamente normal e não é motivo para preocupação.

Além do peso do corpo que bloqueia o fluxo normal da circulação nas extremidade, ou ficar muito tempo parado numa única posição, há outros diversos motivos para que a dormência nas mãos apareça.

"Pode ocorrer por carência nutricional (deficiência no sangue de vitaminas, principalmente a B12), causas tóxicas como o abuso do álcool, do tabaco e a intoxicação pelo chumbo. Assim como por picadas de carrapatos e intoxicações por frutos do mar”, explica Rodrigo Alves Pereira, neurologista da Clínica Fares, em São Paulo.

Dormência nas mãos pode ser sintoma de doença grave 

O problema se torna preocupante quando o formigamento acontece ao longo do dia, sem motivo aparente, iniciando-se, geralmente, nas pontas dos dedos, podendo evoluir para a palma e o dorso da mão.

Nesse caso, a dormência nas mãos também pode ser sintoma de doenças mais graves, como:

  • diabetes não regulado;
  • alterações na glândula tireoide;
  • doenças neurológicas como enxaqueca, esclerose múltipla, ou acidente vascular cerebral (AVC).

“Quem sofre com a síndrome do túnel do carpo, também pode apresentar formigamento. Isso porque o problema ocorre devido a compressão do nervo mediano, que passa pelo punho e inerva mãos e dedos”, acrescenta Pereira. A Lesão por Esforço Repetitivo (LER) também é outro fator bastante comum para causar a dormência nas mãos.

A importância de um diagnóstico correto

Portanto, é de extrema importância saber detectar a real causa do formigamento e, assim, tratá-lo da maneira correta. Caso o diagnóstico não seja feito de forma assertiva, corre-se o risco de agravar ainda mais as doenças que possam estar por trás desse sintoma.

“Caso a dormência nas mãos ocorra por conta de um AVC, a ausência de abordagem terapêutica pode levar a sequelas irreversíveis. Em caso de deficiência de vitaminas, o perigo é um déficit cognitivo, que pode se manifestar por alucinação, ausência de memória e dificuldade de resolver questões do dia a dia”, alerta a cardiologista Louise Antunes.

O sintoma também pode irradiar para os membros superiores e outras partes do corpo, além de alterar a sensibilidade, o que aumenta o risco de lesões por queimaduras e quedas de objetos nas mãos.

“Na síndrome do túnel do carpo podemos ter, após a dormência, a redução da força nas mãos e, na sequência, a atrofia da musculatura da mão, necessitando até mesmo de cirurgia”, aponta o neurologista Rodrigo Alves Pereira.

Alerta de dormência nas mãos para as mulheres

Por mais que a dormência nas mãos possa atingir qualquer pessoa, em várias idades, são as mulheres as mais suscetíveis ao desenvolvimento do formigamento.

“Isso ocorre devido às alterações hormonais que ocorrem em diferentes fases da vida delas, como na gravidez, no puerpério, no climatério e até mesmo nas mulheres idosas, o que também pode estar relacionado a fatores hormonais e emocionais”, afirma Pereira.

Os tratamentos adequados

A terapia para se chegar à cura da dormência nas mãos estará sempre relacionada à doença por trás do sintoma, como por exemplo: a correção da glicemia no caso do diabetes mellitus; a reposição do hormônio tireoideano, no caso das doenças da glândula tireoide; e a reposição de vitamina B2, por via intramuscular, nos casos de deficiência no sangue.

Para o tratamento da LER, o neurocirurgião Rodrigo Marcelos, indica a prescrição de medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios e a necessidade de fisioterapia. Já nos casos da síndrome do túnel do carpo, durante a gravidez, é indicada a realização de atividade física regular, ingestão de água, redução de sal, drenagem linfática e fisioterapia nas mão e punhos.

“Lembrando que na gravidez os sintomas são transitórios. No caso de sintomas duradouros de síndrome de túnel do carpo, seguidos de fraqueza nas mãos e atrofias, a cirurgia de descompressão é indicada”, finaliza Rodrigo Alves Pereira. 

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto