Morar junto: 8 questões para refletir e saber se você está preparada

A redação
O relacionamento vai bem, tudo parece no lugar e você acha que chegou o momento de morar com ele. Antes de programar a mudança, faça um balanço com as 8 questões a seguir que devem ser consideradas na tomada de decisão por uma vida a dois

Antes de decidir morar com ele, reflita sobre algumas questões que podem ajudar na decisão definitiva.


1. Você está preparada para se comprometer?
A vida a dois é um comprometimento com a relação mais sólida. Depois de ter juntado os móveis, não é tão fácil se separar. Também não dá mais para passar uns dias sem responder às mensagens dele. Em resumo, viver sob o mesmo teto quer dizer se lançar em uma relação de gente grande e prometer estar lá, para o melhor e o pior. 


2. Você está preparada para dividir a sua intimidade?
Dividir um apartamento significa dividir a intimidade. Os limites de pudor são muitas vezes deixados de lado: divide-se o mesmo banheiro, um lava as roupas íntimas do outro, a nudez vira rotina, há aqueles dias em que um está de mau-humor, passa-se a ver o outro de pijama e com os cabelos desarrumados diariamente e assim por diante. Em todos os casos, não dá para tirar um dia “de folga” um do outro, o que significa que é preciso baber superar certas barreiras pessoais.

3. Você está preparada para aceitá-lo como ele realmente é?
Cada homem tem seus hábitos: noitadas organizadas com os amigos para assistir ao futebol, as manhãs preguiçosas dos fins de semana, as séries de TV a que ele assiste até mais tarde. Morar junto significa aceitar o modo de vida do outro. O casal deve se organizar para encontrar um ritmo ideal para os dois. Afinal, são dois cotidianos que se tornarão um só.

4. Você está preparada para continuar independente?
Até aqui, as mulheres ainda usufruem da autonomia para ir à balada durante a semana, sair para jantar com as amigas, encarar uma maratona de filmes e séries favoritos, etc. Na vida a dois, o objetivo é continuar a levar a própria rotina, ao mesmo tempo em que a divide com alguém. Porque o perigo é o de se sufocar e agir somente em função do outro. É importante lembrar que o mais gostoso é reencontrar-lo à noite na mesma cama

5. Você está preparada para criar uma rotina?
Juntos, o casal encontra um ritmo que se transforma rapidamente em uma rotina. E ela não tem nada de negativo se conseguir apreendê-la. O cotidiano a dois é um conjunto de hábitos que consolidam o casal e transformam a relação. O grande desafio é não se deixar cair na impressão de que todos os dias são iguais e tentar apimentar o relacionamento a cada dia. 

6. Você está preparada para discutir sobre dinheiro?
Antes de arrumar os armários, é preciso conversar sobre empréstimos, aluguel e contas a pagar. Pensem em todas as despesas que a vida a dois pode gerar: compras de supermercado, encanador, serviços de internet e o microondas que acabou de quebrar e precisará de conserto. Dinheiro é um assunto delicado e que deve ser discutido de forma clara entre o casal. Talvez seja necessário criar uma planilha no computador - o que pode ser chato, mas muito útil para organizar a vida financeira dos dois.

7. Você está preparada para dar satisfação de sua vida?
Mesmo que os dois conservem sua independência, morar com alguém obriga a dar satisfação sobre algumas coisas. Não é possível sair sem dizer a que horas vai voltar ou convidar amigos para ir em casa sem antes avisar o parceiro. Viver sob o mesmo teto significa fazer desse lugar um espaço de encontro e convívio democrático, em que há a necessidade de organização.

8. Você está preparada para dividir seu espaço?
Se você tiver a necessidade de ver seus livros e velas espalhados pela casa para se sentir à vontade, entenda que o outro talvez precise também de um pôster do time de futebol na parede para ficar mais relaxado. Pense que a geladeira, as prateleiras, o armário e até o chuveiro passarão a ser espaços compartilhados entre os dois. A solução é fazer concessões e aceitar dividir cada cantinho da casa. Afinal, é por amar o universo dele que você pensa em morar junto, não? 

Copyright foto: iStock

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto