10 filmes para esquecer o Dia dos Namorados

Adriana Douglas
  • Solteira no Dia dos Namorados? Não tem problema! Veja uma seleção de filmes que prometem fazer você esquecer a data e ainda curtir bons momentos com as amigas

    Nada de fossa: veja 10 filmes que prometem fazer você esquecer o Dia dos Namorados.

    Niguém merece sofrer por não ter uma pessoa amada em pleno Dia dos Namorados. Muito pelo contrário, as solteiras convictas podem (e devem) considerar a data como um dia qualquer. Mas caso bata aquela tristeza chata, alguns filmes podem ajudar a superar o 12 de junho, provando que nem tudo se resume a amor. Chame as amigas e prepare um balde de pipoca para uma noitada de filmes que prometem fazer você esquecer o Dia dos Namorados – e curtir ainda mais a solteirice.
     
    Copyright foto: iStock
  • Maria Antonieta

    Kirsten Dunst em cena de Maria Antonieta.


    No filme dirigido por Sofia Coppola, a realeza francesa mostra que é possível se divertir mesmo sob o reinado de Luís XV. Maria Antonieta conta a história da jovem rainha da França do século XVIII, interpretada por Kirsten Dunst. Com toques de ficção que modernizam a imagem da monarca, o longa retrata a vida na corte de Versalhes, cheia de rígidas regras de etiqueta que acabam sendo quebradas pela protagonista no melhor estilo “girls just wanna have fun”. 

    Protegida pela total passividade do marido, o príncipe Luis XVI (Jason Schwartzman), ela se diverte e aproveita todas as mordomias reais, arrumando até um lindo general para suprir suas necessidades carnais. Impossível não invejar essa vida de rainha.

    Copyright foto: Reprodução/Columbia Pictures
  • O Diabo Veste Prada

    Anne Hathaway e Meryl Streep em cena de O Diabo Veste Prada.


    Ninguém merece uma chefe infernal, mas muitas meninas “matariam” pelo emprego de Andy Sachs (Anne Hathaway), no filme O Diabo Veste Prada. Desesperada para conseguir um bom emprego como jornalista, ela acaba sendo aprovada para trabalhar como assistente da diabólica Miranda Priestly (Meryl Streep), editora-chefe de uma importante revista de moda de Nova York. 

    Apesar dos apuros para cumprir com todas as tarefas do trabalho, Andy acaba se rendendo ao mundo fashion, desfilando roupas e acessórios super desejados. Nem os problemas com o namorado atrapalham a ambição da moça, que passa a frenquentar eventos VIP e a conhecer pessoas interessantes, como o jornalista sedutor Christian Thompson (Simon Baker). A história dá um gostinho do que é ser solteira e (muito) bem-vestida.

    Copyright foto: Reprodução/Fox Filmes
  • Vicky Cristina Barcelona

    Cena de Vicky Cristina Barcelona, de Woody Allen.


    Woody Allen adora histórias de amor em todas as formas e em Vicky Cristina Barcelona é a atração carnal que prevalece no triângulo (quase um quadrado) amoroso entre as personagens. No filme, acompanhamos a viagem das amigas Vicky (Rebecca Hall) e Cristina (Scarlett Johansson) pela encantadora Barcelona. Na cidade, as duas acabam conhecendo o sedutor pintor Juan Antonio (Javier Barden), com quem iniciam um tour pela capital da Catalunia e outras pequenas cidades espanholas. Cristina é logo cativada pelo espírito livre do artista, enquanto Vicky, noiva de um executivo norte-americano, cai em tentação e se envolve sexualmente com o espanhol quando a amiga estava ausente. 

    Enquanto as duas mantêm a atração por Juan Antonio, surge uma quarta componente na história: a tempestuosa Maria Elena (Penélope Cruz), ex-mulher do pintor. O casal parece retomar o conturbado relacionamento, dessa vez aberto à participação da sensual Cristina. É o romance despretensioso entre os personagens que faz o espectador se deliciar com as idas e vindas da paixão louca que permeia todo o enredo.

    Copyright foto: Reprodução/Imagem Filmes
  • Magic Mike

    Matthew McConaughey e Alex Pettyfer em cena de Magic Mike.


    Magic Mike (Channing Tatum) é um stripper experiente do club de strip Xquisite, dirigido pelo ex-stripper Dallas (Matthew McConaughey), que passa a ensinar os macetes da profissão ao aprendiz The Kid (Alex Pettyfer). Paralelo ao trabalho noturno, o protagonista tem o sonho de abrir um negócio pessoal para criar e vender móveis, o que é adiado por conta da impossibilidade de conseguir um empréstimo no banco. 

    Já deu para perceber que não rola assistir ao lado de outros homens, não é? Na tela, é um verdadeiro show de caras bonitos com corpos esculturais, fazendo a alegria da mulherada. Ou seja, o filme quase dispensa comentários.

    Copyright foto: Reprodução/Imagem Filmes
  • Livre

    Reese Witherspoon em cena de Livre.


    Toda mulher independente, seja solteira ou não, adora ver exemplos de outras mulheres que superaram problemas ou tiveram grandes conquistas na vida. Além de inspirar, essas histórias comovem e mostram que nem tudo está perdido. É o caso de Livre, baseado no livro de memórias de Cheryl Strayed, que conta as experiências vividas durante sua jornada na trilha de mais de mil milhas da Costa do Oceano Pacífico, nos Estados Unidos.

    Interpretada por Reese Witherspoon, a protagonista decide se aventurar na natureza selvagem como forma de superar a morte de sua mãe, um divórcio conturbado e o vício em drogas. A dificíl peregrinação nos incentiva a fazer uma reflexão interna sobre valores pessoais e autoestima. 

    Copyright foto: Reprodução/Fox Filmes

  • Quase Famosos

    Patrick Fugit e Kate Hudson em cena de Quase Famosos.


    Lançado em 2000, Quase Famosos ainda faz muita gente sonhar com a vida louca dos anos de sexo, drogas e rock’n roll. Em plena década de 1960, William Miller (Patrick Fugit), um jovem aspirante a jornalista, decide acompanhar a banda Stillwater na estrada para realizar uma reportagem a respeito da turnê. Porém, no meio da viagem, ele é convidado a fazer o texto em nome da emblemática revista Rolling Stone, o que o incentiva a continuar na empreitada ao lado dos roqueiros. 

    Mesmo com a preocupação de sua mãe super protetora, o garoto embarca na aventura com sua pouca experiência de vida, tendo algumas “primeiras vezes” muito divertidas. Ainda que um pouco ingênua, a história é diversão do início ao fim e mostra os pontos positivos de ter uma rotina desapegada. Bem desapegada.

    Copyright foto: Reprodução/Columbia Pictures
  • As Vantagens de Ser Invisível

    Cena do filme As Vantagens de Ser Invisível.


    Apesar dos protagonistas adolescentes, o filme trata de questões delicadas e outros dilemas da passagem para a vida adulta. Com foco no amor entre amigos, As Vantagens de Ser Invisível entra na vida do garoto Charlie (Logan Lerman), que começa a estudar em um novo colégio para se recuperar de uma depressão que o atingiu após a morte de sua tia, sua única amiga quando era pequeno. 

    Ainda tentando se socializar, ele acaba acolhido por dois veteranos, Patrick (Ezra Miller) e Sam (Emma Watson), que dão novo sentido para seus dias na escola. Dos filmes ideais para aprender a valorizar ainda mais os amigos.

    Copyright foto: Reprodução/Paris Filmes
  • O Sorriso de Mona Lisa

    Cena do filme O Sorriso de Mona Lisa.


    Em meados dos anos 50, a professora de arte Katherine Ann Watson (Julia Roberts) é contratada para dar aulas na tradicional Wellesley, universidade ultra conservadora apenas para mulheres. Confrontada com a realidade de submissão da época, ela passa a questionar a posição da figura feminina na sociedade, incentivando suas alunas a irem além do papel de esposas perfeitas para os maridos. 

    Sua filosofia de vida liberal acaba incomodando diretores e até mesmo algumas estudantes, levantando o debate sobre os verdadeiros valores e anseios das mulheres daquela época. Uma verdadeira ode à mulher independente.

    Copyright foto: Reprodução/Columbia Pictures
  • Volver

    Penélope Cruz em cena de Volver.


    O longa dirigido por Pedro Almodóvar, diretor entusiasta da figura feminina, trata de três gerações de mulheres de uma mesma família, confrontadas cada uma com um drama pessoal. Após a morte dos pais em um incêndio, as irmãs Raimunda (Penélope Cruz) e Sole (Lola Dueñas) se reencontram na casa de uma tia muito doente que afirma ser cuidada pela falecida irmã.

    Dias depois de ouvir a história absurda, Raimunda é pega de surpresa ao chegar em casa e descobrir que a filha havia matado o pai a facadas para se proteger de um abuso sexual. Compreensiva, ela resolve a situação, escondendo o corpo do marido. Ao mesmo tempo que lida com o acontecido, Raimunda e a irmã passam a ser assombradas pelo fantasma da mãe, que pretende resolver as pendências que deixou enquanto era viva.

    Copyright foto: Reprodução/Canal+ España
  • Os Sonhadores

    Cena do filme Os Sonhadores.


    Em Os Sonhadores, o jovem americano Matthew (Michael Pitt) vai estudar em Paris, no final da década de 1960, e acaba conhecendo os irmãos Isabelle (Eva Green) e Theo (Louis Garrel). Por compartilharem a mesma paixão pelo cinema, os três logo se tornam amigos inseparáveis e o rapaz acaba sendo acolhido na residência da família, enquanto os pais da dupla estão viajando. 


    Matthew não demora a descobrir o estranho relacionamento amoroso entre os irmãos, que o envolvem em uma relação cada vez mais íntima, cheia de novas experiências permeadas pela efervescência cultural da cidade. Prepare-se para cenas quentes e encantadoras.

    Copyright foto: Reprodução/Fox Filmes

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto