Como lidar com a ex dele?

Ana Paula Cardoso
Quando o 'príncipe encantado' vem com um 'pacote' de ex-mulher ou ex-namorada é preciso entender quais são as origens dos vínculos para poder lidar melhor com a  situação

Nem sempre é fácil lidar coma ex dele.


Para a maioria das pessoas é normal, e, segundo especialistas, até saudável, ter mais de uma experiência amorosa ao longo da vida. E para a mulher que chega depois, nem sempre é fácil lidar com a ex-deleMuitas destas relações rendem frutos. Sejam filhos, negócios em comum e até mesmo uma bela amizade. 

Papeis de madrasta ou de companheira compreensiva nem sempre são mesmo confortáveis. Mas para lidar com a ex dele é preciso entender que os vínculos do companheiro com a ex podem ter raízes mais profundas.

Segundo a psicanalista e neuropsicóloga Christine Christmann, quando buscamos uma relação amorosa as nossas escolhas ainda estão ligadas às relações primitivas, da primeira infância. 

"A relação mãe-bebê é o protótipo de nossas futuras relações. Ao longo de nossas vidas buscamos repetir esse vínculo que nos traz a ideia e sensação de completude", diz a especialista. 

Ele ainda é apaixonado pela ex?

Não necessariamente o homem ainda está apaixonado pela antiga companheira. É preciso lidar com a ex dele entendendo a dificuldade do companheiro em se desapegar de uma mulher que foi escolhida e idealizada por ele, em algum momento do passado.

"Relacionar-se com alguém envolve intensas expectativas. Após uma separação, é preciso digerir e elaborar a quebra dos vínculos, dos laços afetivos que se estabeleceram não somente com o parceiro, mas também com a família de ambos e até mesmo com amigos em comum", lembra Christine Christmann

E este é um dos principais motivos pelos quais os relacionamentos, os recasamentos, a relação com os filhos de pais separados e as famílias reconstituídas tornam-se tão desafiadores para todos os envolvidos no processo - pais, filhos e novo cônjuge. Os vínculos desfeitos podem deixar marcas quando não digeridos de forma madura. 

A culpa em relação à ex

Lidar com a ex dele de forma menos traumática é preciso, antes de tudo, observar se o companheiro enfrenta os sentimentos que envolveram a separação. "A culpa e o remorso pela dor da ex e muitas vezes também pelos filhos, levam alguns homens a entrarem em uma armadilha, na qual, apesar de separados fisicamente, permanecem atados ao sustento material e emocional da ex", esclarece a psicóloga.
.
Para Christine Christmann, essa 'culpa' pode também vir acompanhada, ainda que de forma inconsciente, de um certo desejo de permanecer influenciando a vida da ex-mulher.

"É essencial compreender porque se permanece ligado a ex e, muitas vezes, à família dela. Lembrando que não se trata de um afastamento total, no qual não se convive no mesmo ambiente em evento algum, nem naqueles relacionados aos filhos", diz a psicanalista. 

Apesar de não existir uma fórmula para lidar com a ex dele, o casal precisa encontrar um arranjo saudável para que este convívio seja harmonioso, resguardando o espaço do novo relacionamento. E isso envolve o posicionamento do companheiro em relação família, filhos e amigos dele sobre o papel de sua atual mulher.

"Lembrando sempre que é preciso respeitar o passado do outro, evitando falar da ex de forma ofensiva ou debochada. Vale ressaltar que não existem 'ex-filhos' e assim, cabe ao parceiro equilibrar as prioridades entre a atual relação e os filhos, mas sendo firme quanto à importância que a nova esposa tem em sua vida e em seus projetos perante estes últimos", reforça Christine.

A especialista completa que as mudanças podem não ocorrer tão rapidamente quanto se gostaria. "Mas caso elas de fato não ocorram, é preciso repensar sua escolha amorosa em relação a um parceiro que não se posiciona diante da ex e assim não constrói com você uma vida em comum", diz a psicóloga.

Copyright foto: iStock

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto