Pretendo perder a virgindade no Carnaval e estou insegura sobre o que fazer na hora h?

O ideal é que se tome pílula antes da primeira relação e não descuide do uso do preservativo


Dúvida da leitora: Tenho 19 anos e fico com um menino desde quando eu tinha 16 anos. Ainda sou virgem, mas já estamos muito envolvidos e marcamos de passar o Carnaval juntos. Não sei nada sobre sexo e nem como se faz. Ele tem 22 anos e experiência. Além da camisinha, quais cuidados eu preciso ter para evitar uma gravidez logo nessa primeira vez? Eu não vou ao ginecologista e tenho menstruação desregulada.
 
Quando pensar em ter sua primeira experiência sexual, toda mulher deve fazer uma consulta ao ginecologista e já começar a tomar pílula anticoncepcional. Isso porque a experiência clínica tem mostrado que o uso da camisinha entre casais inexperientes nem sempre é confiável.

Seja pelo fato de não saberem colocar direito o preservativo, que acaba rompendo, seja por começarem a penetração sem a camisinha só para ‘sentirem como é’, situações que podem levar à gravidez.

Como no caso da leitora - que programou sua primeira experiência para as próximas semanas (durante o Carnaval) - o uso da pílula já não adiantaria. Minha orientação, então, é que não deixe de usar a camisinha. Lembrando que, ao colocar o preservativo, deve-se apertar a ponta da camisinha antes de desenrolá-la, para  deixar um espaço para o sêmen e evitar a sua ruptura.

Como a preocupação em não engravidar é evidente, também é importante ressaltar que a lubrificação do homem antes da ejaculação pode conter esperma. E na idade de 19 anos, a ovulação feminina é mais intensa e, consequentemente, a probabilidade de gravidez é maior.

Outra dica fundamental: após a ejaculação do rapaz, não deixe o pênis muito tempo dentro da vagina. Isso pode fazer a camisinha soltar-se e o esperma sair do preservativo.

Inexperiência sexual não é inadequação

Quanto à questão sobre a inexperiência, aconselho a leitora a, dentro do possível, não ficar ansiosa. Procure dar ênfase às preliminares, aproveitando o envolvimento do casal descrito por ela. Procure perceber-se durante o ato e faça o que seu corpo tiver com vontade de fazer, sem obrigações e também sem sentir-se inadequada.
 
Vale ressaltar que a penetração só deve acontecer quando a mulher já estiver bem lubrificada, sem cobranças por orgasmos ou sensações sublimes. É bastante comum não ocorrer o orgasmo nas primeiras vezes, porque a sexualidade é treino.
 
O fato de o companheiro estar ciente que ela é inexperiente, facilita bastante. Vá sem ideias preconcebidas sobre o que deve ser feiro e conte com a ajuda do companheiro para fazer dessa vivência um bom momento de descoberta a dois.
 
Também tem alguma dúvida sobre sexualidade? Envie suas perguntas para o Dr. Marino Pravatto Júnior através do email redacao@arevistadamulher.com.br
 
Copyright foto: Arte A Revista da Mulher 

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto