Tenho hímen complacente, o que fazer?

Tratamento para o hímen complacente é praticar cada vez mais sexo

Dúvida da leitora: Existe algo que possa ser feito pela mulher que tem hímen complacente?

Em primeiro lugar é preciso esclarecer que o chamado hímen complacente não é uma doença ou um problema de saúde. Hímen complacente nada mais é do que aquele que não se rompe quando a mulher tem a primeira relação sexual. Não acontece aquela ruptura definida, com sangramento, que é a mais comum.

O hímen complacente é, por definição,  um tipo de hímen um pouco mais resistente à ruptura espontânea com a penetração. Isso leva a um quadro um pouco mais doloroso em alguns momentos da relação e a mulher sente dificuldade de ter prazer.

Em relação ao que pode ser feito, o indicado é mesmo continuar tentando a ruptura através da relação sexual. O ideal são novas tentativas com o parceiro, informando-lhe desta dificuldade, com o intuito de caprichar mais nas preliminares, aumentar a excitação da mulher e fazer a penetração ser mais confortável.

Hímen complacente demora, mas se rompe

Importante ressaltar que o hímen complacente sempre se rompe. Devido a suas características, a ruptura é apenas um pouco mais difícil, não acontecendo logo na primeira relação.

Uma solução médica, como tratamento cirúrgico ou qualquer outro procedimento em consultório, não é recomendada. A solução é mesmo a prática sexual constante até a ruptura do hímen.

Como não há dados na questão sobre se existe diagnóstico preciso de hímen complacente, convém ressaltar que é muito comum as mulheres confundirem hímen complacente com vaginismo, uma das maiores causas de desconforto na hora do ato sexual para as mulheres.


Também tem alguma dúvida sobre sexualidade? Envie suas perguntas para o Dr. Marino Pravatto Júnior através do email redacao@arevistadamulher.com.br

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto