Sexo demais alarga a vagina?

Ana Paula Cardoso

Tire de vez uma dúvida que tanto atormenta as mulheres

Sexo demais faz bem para a mulher e não alarga a vagina. © iStockphoto.com/gpointstudio


A vida sexual das mulheres ainda esbarra em padrões sociais galgados em estruturas machistas. Desta forma, não é difícil vermos associações entre excesso de sexo e alargamento da vagina. Em outras palavras, mulheres com vida sexual ativa, e que tiveram vários parceiros, seriam consideradas menos "apertadas" e, consequentemente, dariam menos prazer aos homens.

À luz da anatomia isso é apenas um mito. Já à luz da sociologia, talvez mais uma das bobagens utilizadas para reprimir a sexualidade feminina. Segundo o médico ginecologista e obstetra Marino Pravatto Júnior, a penetração do pênis na vagina, além de não alterar a elasticidade, faz até bem para as mulheres. 

"Sexo, independente da quantidade que se faça, não alarga a vagina. Pelo contrário. Uma mulher que tem bastante relação sexual melhora a qualidade da estrutura vaginal. Sexo faz bem para a tecido interno da vagina e não alarga, porque o tecido e a musculatura vaginal são elásticos e quanto mais contrair e expandir, melhor", afirma o médico.

Vagina apertada X vagina larga

Portanto, para tranquilidade das mulheres, o ginecologista é categórico: sexo em excesso não alarga a vagina. E até fortalece os músculos da região pélvica através dos movimentos de contração e descontração da vagina, semelhantes ao exercício de pompoarismo, recomendado inclusive para controle de problemas no períneo.

O médico lembra porém, que no sexo anal é um pouco diferente. "No ânus a penetração peniana até pode causar alguma alteração, não que vá perder o controle ou tornar-se incontinente, mas pode mudar um pouco a forma", explica Marino Pravatto Júnior.

Sobre a sensação que os homens dizem sentir, de umas mulheres terem vagina apertada e outras vaginas largas, o especialista esclarece que, assim como há pênis maiores e outros menores, a anatomia vaginal varia de mulher para mulher.

"Cada vagina vai causar uma sensação de prazer que, na verdade, também está associada a outros fatores. A atração pela mulher, o cheiro, a lubrificação feminina. Para resumir, para o homem a vagina mais agradável de penetrar será a da mulher que ele ama ou se atrai em maior grau", lembra o médico.

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto