Quanto tempo depois do parto posso ter relações sexuais?

Os dias de resguardo devem ser respeitados para evitar infecções graves


Dúvida da leitora: Há 24 dias tive uma filha e dizem que o resguardo acaba após um mês. Mas já posso ter relações sexuais? Caso não, quais os riscos?

O período no qual a mulher deve abster-se de relações sexuais após o parto é de 40 dias, e não de 30 dias como mencionou a leitora. Independente de o bebê ter nascido através de parto normal ou cesariana, o tempo a permanecer sem relações sexuais após a gravidez, o chamado resguardo, deve ser imprescindivelmente respeitado.

O principal motivo de ser preciso esperar tanto é porque este é o tempo que o útero demora para recuperar-se e voltar ao tamanho normal, chamado de puerpério. Este também é o tempo necessário para a cicatrização do órgão, onde a placenta estava inserida.

Após parto, útero vira uma ferida aberta

Caso a mulher tenha relação antes de terminar o puerpério, corre o risco de adquirir um quadro infeccioso muito grave. Isso pode ocorrer porque o útero após o parto fica como se fosse uma ferida aberta, que está em processo de cicatrização.

Após o parto, o útero e a placenta têm centenas de vasos sanguíneos abertos e  transformam-se em canais diretos para a entrada de bactérias na corrente sanguínea. Desta forma, o pênis tende a tornar-se um condutor destas bactérias.

A mais comum entre estes processos infecciosos é a endometrite, uma infecção gravíssima que pode levar à perda do útero e até mesmo ao óbito por infecção generalizada. Então, enquanto o sexo na gravidez normalmente está liberado, após o nascimento do filho o casal vai precisar esperar um pouco.

Dizendo não ao companheiro

O companheiro deve estar ciente que a mulher não pode ter sexo com penetração neste período de 40 dias. Como nesta fase a mulher está menos interessada por sexo em função da amamentação, recuperação física após uma gravidez e cuidados com o bebê, são, em geral, os homens que acabam por ficarem ansiosos pelo fim do resguardo.

Por isso é importante que o companheiro também esteja presente nas consultas com o médico antes e após o parto, a fim de evitar insistência por sexo durante recuperação pós-parto. Após os 40 dias de resguardo, caso a mulher tenha se recuperado normalmente, o sexo com penetração está liberado.

Também tem alguma dúvida sobre sexualidade? Envie suas perguntas para o Dr. Marino Pravatto Júnior através do email redacao@arevistadamulher.com.br

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto