Sexo no elevador: dicas e cuidados para fazer a excitação subir bem alto

Ana Paula Cardoso

Saiba como curtir o fetiche sem correr muitos riscos

Sexo no elevador é um dos fetiches mais populares entre homens e mulheres. © iStockphoto.com/Sjale


Todo mundo sabe que elevador é um meio seguro de subir grandes alturas, uma espécie caixa movida por sistemas complexos de engrenagem. E enquanto há quem morra de medo do ambiente um tanto claustrofóbico, outros, mais saidinhos, pensam logo em sexo no elevado, um fetiche para lá de exitante para quem gosta de praticar um sexo menos convencional.

"O sexo no elevador é uma maneira de obter prazer através de uma experiência sexual incomum. E, a partir desta experiência, conseguir se excitar ou chegar ao orgasmo", explica a psicóloga e sexóloga Rose Moura Silva.

Sexo no elevador os prós e contras

Mas, como para toda brincadeira erótica, o casal que for praticar sexo no elevador deve lembrar-se de algumas regras: trata-se de um local público, portanto, é preciso respeitar regras de segurança e nem sempre será possível aproveitar o espaço para fins, digamos, menos ortodoxos.

Acontece que libido em alta só sossega depois de um bom orgasmo, então A Revista da Mulher fez uma lista de quatro dicas e quatro cuidados para se praticar sexo no elevador sem medo de ser feliz. E se não conseguir consumar todo o ato, saiba que ali pode ser um bom espaço para as preliminares

4 dicas para praticar sexo no elevador

1. Carícias discretas no elevador cheio

Bolinar a amada quando o elevador está cheio é um jogo excitante, ela não poderá se defender e ainda terá que sustentar a típica "cara de paisagem" de quem está em um elevador cheio. No caso dos homens, esfregar-se com o bumbum no pênis dele é uma atitude bem quente. O único risco é o rapaz ter que sair do elevador tentando disfarçar uma ereção.

 2. A roupa certa

Para facilitar o sexo no elevador, as mulheres devem estar de saia ou vestidos. De preferência de tecidos leves e mais soltinhos e nada de meia-calça! Para os rapazes, calças leves e com abertura fácil. Nada de calça jeans com cinco botões ou camisas que amassem a qualquer abraço. Afinal, será preciso recompor-se rápido quando tudo acabar.

3. Quanto mais alto melhor

Fazer um passeio de elevador em prédios bem altos. No tempo em que o elevador vai subir, um sexo oral furtivo nele ou carinhos nos seios dela podem ser muito excitantes pois misturam-se com a adrenalina de o elevador parar por ter sido chamado por outras pessoas e o casal safadinho precisar se ajeitar rápido.

4. Botão de emergência

Apertar o botão de emergência é a solução quando a excitação chegou a  tal ponto que será preciso consumar a penetração. Mas deve ser uma rapidinha, lembre-se que o elevador está ali para transportar outras pessoas e não realizar fantasias.

4 cuidados ao praticar sexo no elevador

1. Apertou o botão de emergência?

Saiba que a qualquer momento, pode ser flagrados por bombeiros ou técnicos, pois algum morador pode ter solicitado ajuda pensando que o elevador estava mesmo com defeito.

2. Você está sendo filmado?

Antes de pensar em fazer sexo no elevador, verifique se há câmera de segurança no local. A não ser que o casal curta um exibicionismo, ninguém quer virar personagem de um filme pornô caseiro para os porteiros ou seguranças, não é mesmo?

3. No local de trabalho, fique nas preliminares

Quando trata-se de elevador de prédio comercial, e o casal ou um dos parceiros trabalha ali, o risco de ser flagrado é que isso gere uma demissão. Portanto, no caso de sexo no elevador em ambiente corporativo, contentem-se apenas com carinhos e evitem chegar ao final da relação sexual.

4. Não se machuque

Segurar em portas pantográficas enquanto o outro faz o "serviço" pode causar um acidente grave: a porta se fecha e prende os dedos. A ideia é chegar ao orgasmo, e não à emergência do hospital...

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto