Renove a camisa apostando em versões desconstruídas, hit nas passarelas e nas ruas

A tradicional camisa recebe uma injeção fashion e se transforma em peça-desejo

A camisa desconstruída: sucesso nos cliques de streetsyle.


Um verdadeiro clássico nunca sai de moda, é verdade. Mas às vezes, basta uma pequena dose de subversão para que ele deixe de ser curinga para se tornar peça-desejo. É o caso da camisa de algodão, peça genderless indispensável em todo e qualquer guarda-roupa e que nas últimas temporadas volta à tona em versões desconstruídas. 

Tudo começou quando fashionistas como Giovanna Battaglia e Oliva Palermo começaram a inventar novas maneiras de portar a camisa: com um nó, caída pelos ombros, com uma parte dentro da calça e outra solta, ou até amarrada na cintura como saia, ideia ousada de Taylor Tomasi Hill. 

Versões da camisa desconstruída nas ruas.


Das ruas para a passarela

Não demorou muito para algumas marcas começarem a explorar as diversas formas de usar a peça, culminando na temporada internacional de verão 2016 nos desfiles de Altuzarra (em versão saia) Monse (como vestido tomara-que-caia), Zac Posen (deslocando as golas) e do jovem estilista francês Simon Porte Jacquemus, que apresentou uma coleção calcada inteiramente em camisas desconstruídas.

Faça você mesma

O lado democrático desta tendência é a possibilidade de transformar aquela camisa básica branca em um statement fashion. Como? Trocar o sentido da peça, deixando boa parte dos botões abertos nas costas, é uma das ideias preferidas das estrelas de streetstyle. Outra opção é inventar novas amarrações - neste caso, uma camisa oversized é necessária. Mas se criar novos stylings não é o seu forte, não faltam opções de tops que usam o tecido e os códigos da camisa (botões, listras, gola) em shapes diferentes, alguns superfemininos, como os com ombros à mostra. 

A camisa desconstruída nas passarelas da Jacquemus, Monse e Zac Posen.


Copyright fotos: Imaxtree e Divulgação


Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto