Em alta: veja por que os cintos são os acessórios must have da temporada

Jessica Krieger
Além de renovar os looks, os cintos conferem um ar mais moderno e versátil às roupas

Famosas usam cintos em looks de festa e também produções informais.


Nos desfiles internacionais, com tendências para o Verão 2017/2018, os cintos roubaram a cena.  E não apenas como em acessório funcional que “segura” as calças e saias, mas como um complemento essencialmente fashion. Os cintos remetem à feminilidade, pois valorizam a cintura da mulher de forma marcante e até sedutora.

Nas passarelas, eles apareceram em versões maxi, como nas passarelas de Tom Ford, Balmain e Philosophy, em estilo duplo sobre casacos e vestidos de festa – no caso de Alberta Ferretti, por exemplo, e até em looks que são a cara da estação quente, como no desfile da Altuzarra.  “Os cintos voltarão com tudo porque é um acessório que consegue  modernizar a produção, trazendo um ar mais arrojado, saindo daqueles clássicos”, conta Danieli Nieri, consultora de imagem e estilo.

Modelos em alta

Cada mulher tem seu estilo pessoal e, por isso, é sempre bom ter diversos modelos de cintos para diversificar os looks o dia a dia. Com roupa de trabalho, os modelos mais discretos são os ideais; já em produções casuais, acessórios mais trabalhados, com texturas, vinil e até metalizados. 

A consultora Danieli Nieri revela os tipos de cinto que estão em alta e como usar cada um deles: 

JLaw com cinto de fivela combinando com o vestido; no styling, modelos da Gallerist e DIMY.


Maxi cinto – O ideal é usá-lo para finalizar o look com cintura alta, seja combinado com um jeans ou uma calça social. Também pode ser usado com um vestido com o mesmo tom.
 
Cinto com fivela – Eles já são mais comuns, e podem ser usados no dia a dia ou em uma festa, dependendo da fivela e da largura do acessório. É um cinto muito versátil que vai do casual ao formal.
 
Cinto com corrente – É o que passa uma imagem mais forte, então tem que tomar cuidado para não ficar too much. Se escolher um cinto com muita corrente, deixe o foco só no acessório, para ficar mais elegante.

Lily Aldridge com cinto por cima do casaco; ao lado, itens da Gatabakana e Calvin Klein Jeans.


Cinto vazado – Mais romântico e delicado, vai super bem, em vestidinho e tecidos mais fluidos
 
Cinto cowboy e concho – É usado em looks mais casuais, para trazer um toque mais formal. Combina com peças descontraídas e com o xadrez, que também está em alta nas próximas estações.  

Dicas para usar sem medo

No verão, cintos largos acinturam vestidos mais soltinhos de maneira leve e elegante. No caso dos casacos, o truque é usar o acessório sobre a peça para deixar o look mais fashion. “Apenas tome cuidado com casacos muito volumosos, pois pode não funcionar muito bem. Escolha casacos menos grossos”, analisa Andreah Muniz, personal stylist, estilista e professora de moda.

A expert afirma que, no caso dos vestidos de festa, a dica é usar o cinto do mesmo tom da peça. “Dessa forma o cinto complementa o visual, mas sem desviar a atenção do vestido que, num look festa, é o foco da produção”, acrescenta. 

Olivia Palermo com cinto fino e colorido; entre as opções, TVZ e Santos & Loucos.


Na escolha do cinto, é preciso ter cuidado para não usar uma versão chamativa demais. Antes de comprar o último modelo da moda, a dica é prestar atenção às formas do corpo e testar onde o cinto funciona melhor, se é na cintura, acima do quadril, etc. Em alguns casos, em vez de afinar a silhueta, o acessório errado ou mal usado pode dar a impressão de cintura mais larga. 

“Caso não se sinta muito bem com os cintos, que tal começar usando por baixo de jaquetas, blazers ou casacos? Lembrando que as amarrações também estão em alta e podem substituir os cintos”, completa Andreah. 

Copyright foto: Fisher/WWD/ Broadimage/Shutterstock/ Richard Shotwell/AP SIPA

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto