Produções que destacam os ombros são tendências na temporada

Jessica Krieger

Ombreiras, recortes e assimétricos estão em alta para valorizar os ombros

Ombreiras no casaco da marca Schiaparelli. © iMAXtree


Os anos 80 estão de volta em peças que evidenciam os ombros de maneira sexy e ousada. Neste novo conceito de proporção, as mangas aparecem bufantes ou com recortes estratégicos. Os decotes que valorizam a região ressurgem ao lado de looks com ombreiras, que apareceram com força total até mesmo em desfiles de alta costura, como Schiaparelli, Chanel e Jean Paul Gaultier.

Nos dias frios, casacos e jaquetas emolduram os ombros com um volume estratégico e elegante. No verão, a assimetria nos ombros e recortes nas mangas de blusas e vestidos deixam a produção com a cara da estação.  

“As ombreiras vieram com tudo: pequenas ou grandes elas são a sensação em blazers ou vestidos metalizados. Qualquer pessoa pode usar. Assim como as blusas de ombros vazados e com manga morcego, ficam super charmosas com leggings ou calças com cintura mais alta que vão afunilando”, destaca a personal stylist Giselle Loyola.   

De olho nas ombreias

Assim como as botas brancas, essa tendência divide opiniões: há quem ame e quem jamais usaria. Este detalhe que evidencia os ombros já teve uma relação direta com o empoderamento feminino nos anos 80, pois masculinizava a roupa feminina. 

Mangas bufantes, ombreiras e assimetria nos ombros nas passarelas da Chanel, Jean Paul Gaultier e Schiaparelli. © iMAXtree
+-


“Em 2017, a luta que começou nos anos 80 ainda continua, e ainda levantamos a questão do gênero, não só com relação aos postos de trabalho, mas no vestir também”, explica Nathalia a Campos, estilista e professora do curto de Design de Moda da Anhanguera em Niterói. 

Aderir a esta tendência não é nada complicado: ao contrário das peças usadas há mais de 30 anos, as ombreiras ganharam uma releitura atual, mais baixa e com forma estrutural. Para usar sem erro, é importante balancear os volumes das peças de cima e de baixo. 

“As combinações podem ser feitas de blazers com vestidos, tênis, saias. Ou até mesmo, seguindo a proposta da tendência tomboy, look mais retinho de blazer e calça”, conta Nathalia. Para quem realmente não gosta das ombreiras, há opções de peças com mangas bufantes ou terninhos oversized que também marcam os ombros e dão um ar sofisticado às produções do dia a dia.  

Recortes pontuais

Decotes como o ciganinha, também conhecido como Bardot, e de um ombro só são opções para peças que revelam os contornos do ombro. Blusas com estes cortes não precisam de muito esforço para coordenar: elas caem bem com looks casuais com jeans, calça fuseau e saia midi. Vestidos e até jaquetas com estes detalhes também são boas opções para aderir à tendência.  
 

Confirmação das tendências nas ruas. © iMAXtree


Cortes assimétricos nos ombros pedem por bottons mais simétricos. Ou seja, blusas com recorte vazado nos ombros e volume combinam muito bem com saias retas, shorts justos e calças mais sequinhas. 

“A escolha é livre, mas vale lembrar que blusas estampadas com esse tipo de abertura costumam evidenciar quem possui um colo mais generoso.  O mais indicado seria optar por cores neutras sem estampa”, diz Carmen Leonel, coordenadora do curso de Design de Moda da Anhanguera Santana. 
 

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto