Xô, sedentarismo! Confira as dicas para começar a se exercitar

Fernanda Lima
Personal trainer ensina como abandonar hábitos ruins e ter uma vida mais ativa

Faça atividades físicas prazerosas e reserve dia e horário fixos para praticar os exercícios.


É de praxe: sai ano, entra ano, uma das recorrentes promessas do Réveillon é cuidar mais da saúde e do corpo. Consumir alimentos saudáveis e abandonar o sedentarismo de uma vez por todas é o que muitos buscam para começar bem o ano que vai entrar. 

No caso da prática de atividade física, porém, é preciso ponderar alguns fatores antes de tomar qualquer decisão. A primeira dica da Flavia Picolo, personal trainer e gestora do Programa Noiva em Forma, é escolher uma atividade que dê prazer. “Muitas pessoas nos perguntam qual o melhor exercício para se fazer, e costumamos responder que é aquele no qual você consegue se manter por mais tempo.”

Outro ponto importante é a organização. Chega de desculpas esfarrapadas! “Arrume um tempo fixo para se dedicar a essa atividade, e respeite esse horário do seu exercício como se fosse uma reunião de trabalho inadiável: fica mais fácil se manter na atividade quando você faz dela uma rotina”, sugere a personal trainer.

Comece já!

Além de escolher qual a melhor modalidade e fixá-la no seu calendário semanal, é importante consultar um médico para saber se está apta a realizar atividades físicas. 

Isso é importante, pois “o exercício provoca uma série de mudanças fisiológicas que podem acarretar problemas caso a pessoa já esteja com alguma doença silenciosa e não saiba”, alerta Picolo.

Depois de receber a liberação do médico, é hora de começar a chacoalhar o esqueleto, sem esquecer que essa primeira fase ainda é de iniciante. Flavia explica: “O que vai mudar para uma pessoa que está começando é o ajuste da intensidade, do descanso e do volume da atividade pois ela precisará de uma adaptação, tanto do seu aparelho cardiovascular quanto do seu aparelho locomotor, para que não sinta dores ou tenha lesões. E isso é o profissional de educação física que vai determinar.” 

Se sentir dores no começo, não se desespere: a dor muscular é comum para quem começa os exercícios. Contudo, ela não deve ser forte o suficiente para impedir que realize as atividades no dia seguinte. Segundo a personal, toda e qualquer tipo de dor indica um alerta do corpo, e no exercício isso não é diferente. Por isso, é importante não querer resolver em uma semana todo uma vida de sedentarismo. 

Dicas da personal trainer

Com o aval do médico em mãos e a disposição de mudar de vida, a Flavia tem algumas sugestões que vão ajudar quem decidiu começar a se exercitar:

  • Comece com calma e tenha paciência. Os resultados podem demorar.
  • Respeite seus limites e sua atual condição física, e não se apegue ao que o outro está fazendo. Vá progredindo com calma, de acordo com seus avanços
  • Arrume um horário e dias da semana fixos para suas atividades;
  • Atividades em grupo geralmente ajudam a pessoa a se manter na ativa;
  • Escolha uma atividade que te dê prazer;
  • Estabeleça metas alcançáveis e de curto prazo: elas te ajudam a ter foco e disciplina;
  • Encare o exercício como uma ferramenta para melhorar sua saúde e sua auto-estima;
  • Não esqueça de mudar seus hábitos alimentares.

Copyright foto: iStock

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto