Hemorroidas externas: saiba como se livrar do incômodo

Etiene Resende
Veja dicas simples para acabar de vez com os incômodos causados pelas hemorroidas.

É possível tratar as hemorroidas externas com soluções simples.


Quem sofre com as hemorroidas externas conhece bem a dor e desconforto que provocam. Entretanto, é possível tratar e evitar esse incômodo com medidas simples. Para descobrir as causas e tratamentos, A Revista da Mulher consultou um especialista que revelou conselhos importantes. 

O que são hemorroidas externas?

O proctologista Armínio Gonçalves explica que toda a porção terminal do intestino (composta pelo reto, canal anal e ânus) é vascularizada por artérias e veias – chamadas artérias e veias hemorroidárias, sendo que o conjunto delas localizado na região do canal anal recebe o nome de hemorroida.  “As pessoas confundem e chamam de hemorroida o que em medicina chamamos de doença hemorroidária”, destaca, afirmando que irá utilizar a linguagem popular para evitar confusão.

A hemorroida ocorre quando há dilatação e inflamação das veias localizadas no ânus e no reto. "Ela causa dor, coceira e até sangramento anal, principalmente nos casos em que o problema se agrava e a hemorroida sai para a área externa do ânus, a chamada hemorroida externa", explica.

Causas

De acordo com o especialista, as hemorroidas estão entre os distúrbios mais comuns no mundo. “Alguns levantamentos indicam que mais da metade da população acima dos 50 anos, tanto homens quanto mulheres, sofra deste problema ainda que seja em um grau mais leve”, explica.

O proctologista aponta alguns fatores que podem levar ao surgimento das hemorroidas:
  • Cirrose e hipertensão portal;
  • Constipação intestinal (prisão de ventre);
  • Diarreia crônica;
  • Esforço para evacuar;
  • Ficar longos períodos sentados no vaso sanitário;
  • Gravidez;
  • História familiar de hemorroidas;
  • Obesidade;
  • Prender as fezes com frequência;
  • Sexo anal;
  • Tabagismo.

Dicas para acabar com as hemorroidas

Nos casos mais leves a hemorroida pode desaparecer sozinha, em poucos dias, mas no caso das externas o cuidado deve ser maior. O especialista lembra que o tratamento para as hemorroidas externas deve ser indicado pelo proctologista  - ou, em casos mais simples, por um clínico - e geralmente são feitos com pomadas com ação analgésica e anti-inflamatória. Existem também os remédios analgésicos e anti-inflamatórios que ajudam a aliviar a dor. 

“Nos casos mais graves pode ser indicada a realização de cirurgia para remover definitivamente a hemorroida, sendo o THD o método mais indicado (procedimento cirúrgico pouco invasivo, podendo ser até indolor, dependendo da sensibilidade do paciente)”, destaca.

Mas algumas ações simples podem evitar ou reduzir drasticamente os incômodos. Armínio Gonçalves dá algumas dicas:

Para evitar:
  •  Manter uma dieta rica em fibras e água, pois isso ajuda a regular o trânsito intestinal e amolecer as fezes, o que facilita a evacuação;
  •  Evitar prender as fezes por muito tempo;
  •  Evitar ficar muito tempo sentado, principalmente no vaso sanitário.

Para acabar com o incômodo:
  • Banhos de assento com água morna ajudam a aliviar o inchaço e a dor . É importante lembrar que eles devem durar cerca de 15 a 20 minutos e podem ser feitos várias vezes, sempre que necessário.
  •  Aplicar uma compressa fria ou com gelo, pois isso reduzirá o inchaço, a inflamação e a dor. Deve ser feita por 15 minutos duas ou três vezes ao dia.
Por fim, o especialista ressalta que um médico deve ser consultado caso os sintomas não desapareçam.

Copyright foto: iStock

Leia também:

Anúncio google

1 comentário

Um ótimo texto! Gostaria de deixar uma leitura complementar sobre um medicamento que pode tratar dessa doença, caso tenha interesse em saber mais: https://www.drentrega.com.br/bem-estar/dores-e-sintomas/perivasc-tire-suas-duvidas-e-saiba-mais-sobre-este-medicamento