Lente de contato dental promete sorriso perfeito

Fernanda Lima

Durabilidade e discrição são algumas das vantagens dessa técnica que corrige imperfeições como manchas ou dentes desalinhados

Lentes de contato dentais podem custar até R$ 5 mil por dente.

 

Ter um sorriso perfeito está no topo da lista de desejos de muita gente. Por isso, cada dia mais o que não faltam são novidades nesse setor. A lente de contato dental é uma destas que chegou para ficar. Tratam-se lâminas finíssimas de porcelana - chamadas de facetas - que são aplicadas sobre a superfície do dente, proporcionando um sorriso bonito e com aparência natural.

As lentes de contato dental são moldadas por uma impressora 3D e coladas sobre os dentes, uma a uma. O "acessório" - que é fino, imperceptível e transparente - corrige imperfeições como espaços entre os dentes, manchas, dentes desalinhados ou lascados, entre outras. Não é necessário aplicá-la em todos os dentes, apenas naqueles que são mais visíveis.

 

Cuidados com as lentes de contato dentais

Segundo a Dra. Rafaella Telles, especialista em odontologia, os cuidados necessários com as lentes de contato dentais são os mesmos que já são usualmente recomendados: não morder alimentos ou materiais muito duros (palitos de dente, tampa de garrafa, rapadura, etc.), evitar o excesso de alimentos que mancham os dentes, além de escová-los e passar o fio dental todos os dias.

Os cuidados também evitam que as lentes se danifiquem. Isto porque apesar do material ser bastante resistente, se uma delas cair, quebrar ou rachar, será necessário substituí-la. Não há como consertá-las.  

 

Como aplicar as lentes de contato dentais?

O primeiro passo é procurar um profissional especializado para fazer uma avaliação. "Durante o procedimento, o dentista desgasta levemente os dentes do paciente para a aplicação das lentes", explica a dentista Dra. Rafaella Telles.

O tratamento com lente de contato dental é detalhista. Cada uma é planejada de acordo com a harmonia facial do paciente, através de um sistema digital em que é possível simular como os dentes ficarão após a aplicação final. Após este planejamento, o molde segue para um laboratório para a lente ser esculpida e depois confeccionada.

Antes da cimentação definitiva é feito um teste-drive com lentes de contato provisórias, para que não haja arrependimentos. De acordo com a cirurgiã-dentista é possível fazer todo o tratamento, com uma média de três sessões de aproximadamente  duas horas.

 

Quanto tempo as lentes duram nos dentes?

De acordo com a dentista, a durabilidade varia de pessoa para pessoa, mas estima-se entre 5 e 15 anos após a aplicação. "Para atingir essa duração, é muito importante que o paciente tenha uma boa higiene bucal e que evite mastigar alimentos muito duros ou roer unhas", alerta.

Além disso, para garantir a permanência das lentes por mais tempo, também é importante investir em consultas periódicas ao dentista, escovação e uso do fio dental. "Vale destacar que as lentes não protegem contra cáries, então é preciso redobrar a higiene bucal".

 

Qualquer pessoa pode fazer?

Segundo Rafaella Telles, o tratamento não é indicado para pessoas com dentes enfraquecidos ou que rangem os dentes. "Como as lentes não são reparáveis, essa atividade constante pode provocar rachaduras ou até mesmo a quebra da lente de contato dental", explica. A aplicação da técnica também não é indicada para crianças, adolescentes e para quem já tem próteses de porcelana nos dentes. 

Apesar de parecer a solução para os problemas de muita gente, quem opta pelas lentes de contato dentais deve saber que a aplicação não é barata: o tratamento custa, em média, de R$ 2,5 mil a R$ 5 mil por dente. Mas a dentista garante que vale a pena. "Além de corrigir imperfeições, as lentes modificam texturas, cores, formas e devolvem a harmonização do sorriso", finaliza Rafaela.

Copyright foto: iStock

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto