Unha de gato: saiba os benefícios da planta medicinal da Amazônia

Ana Paula Cardoso

Fitoterápico muito usado no Peru tem efeito analgésico e pode aumentar a imunidade, o que tem a levado a testes em portadores de HIV

Unha de gato: planta amazônica que tem sido usada até para tratamento da AIDS. © iStockphoto.com


A unha de gato, cujo nome científico é uncaria tormentosa, é uma planta com propriedades medicinais originária da Amazônia, já usada pelos indígenas e incas. No Peru, é considerada como uma das principais plantas medicinais do país.

Entre as principais propriedades terapêuticas da unha de gato, destacam-se:

  • analgésica:
  • ação anti-inflamatória;
  • antioxidante;
  • antimutagênica;
  • antiproliferativa (evita proliferação de bactérias);
  • antitumoral (evita desenvolvimento de tumores); 
  • antiviral;
  • estimulante da imunidade;
  •  cicatrizante;
  •  diurética;
  •  e anti-hipertensiva.

A unha de gato pode ser utilizada em diversos formatos, como chá, tinturas, cápsulas, extratos líquidos, cremes e pomadas.

Efeitos da unha de gato em portadores de HIV

Alguns estudos clínicos apontam que a  unha de gato tem efeitos estimulantes na imunidade. Sendo assim, alguns profissionais da saúde indicam sua utilização com a finalidade de reduzir doenças que surgem pela deficiência imunológica, caso da AIDS, mesmo se as pesquisas ainda não comprovaram esse efeito.

O médico homeopata e especialista em acupuntura, Roberto Debski, alerta: deve-se ter um cuidado grande com essa indicação. O médico que acompanha o paciente deve ser avisado da utilização da unha de gato, ou de qualquer outra planta medicinal ou produtos naturais. 

“Porque existe a possibilidade de interações entre princípios ativos dos medicamentos e dos produtos naturais, porque pode ser necessário ajustar as doses prescritas  e também pela modificação iminente do curso das doenças”, explica o Dr. Debski.

Como é a dosagem da unha de gato?

A utilização da unha de gato, sua dosagem e tempo de administração dependerão da avaliação e prescrição do médico. Somente o profissional especializado tem o conhecimento de outros medicamentos e tratamentos que já venham sendo realizados. 

“É importante observar que essa planta medicinal interage com medicamentos utilizados para tratamento de algumas doenças crônicas como por exemplo a hipertensão arterial, por isso o médico deve ser avisado se decidir iniciar seu uso”, ressalta o especialista. 

Em geral, adultos utilizam uma dosagem entre 250 mg a 1000 mg divididos em 2 ou 3 doses diárias de cápsulas de unha de gato. Ou diluídos em água, no caso de tinturas ou extratos líquidos. E também em maceração em água para raízes secas. 

A unha de gato também pode ser receitada para crianças, desde que sua dose seja prescrita de acordo com a idade e peso, geralmente de um sexto a metade da dose para um adulto, conforme a orientação médica. 

Algumas contraindicações

A unha de gato não deve ser consumida por mulheres gestantes ou que estejam amamentando nem por pacientes portadores de doenças autoimunes como a esclerose múltipla e tuberculose

Também deve ser evitada em pacientes que sofreram transplante de órgãos, que usem drogas de imunossupressoras, caso de pacientes que foram submetidos a transplantes, como por exemplo de medula óssea e portadores de leucemia e doenças hematológicas.

“Quem tem úlcera gástrica ou duodenal deve consumir a unha de gato com precaução, já que ela estimula a secreção de suco gástrico, que é ácido. Também uma pesquisa mostrou que níveis no sangue dos hormônios estradiol e progesterona podem baixar após mais de 2 meses de uso contínuo da unha de gato”, orienta o Dr. Debski.

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto