Pulseira anti-enjoo: será que funciona?

Fernanda Lima

Baseado na medicina chinesa, o acessório promete aliviar náuseas e enjoos de maneira não invasiva - e barata!

Pulseira anti-enjoo funciona? © iStock


Quem sofre de enjoos causados por viagens longas, seja dentro de carros, barco ou até mesmo avião, pode contar com uma nova opção para reduzir os sintomas. Trata-se de uma pulseira anti-enjoo, também chamada pulseira de acupressão. O dispositivo ainda é indicado para aliviar os enjoos na gravidez.

A cinetose (ou mal do movimento), nome dado à síndrome, ocorre quando, ao andar em um dos veículos citados, o cérebro recebe sinais de que está se movimentando e parado ao mesmo tempo. Em alguns casos, essa doença pode provocar:

  • queda de pressão arterial;
  • desidratação;
  • e até mesmo desequilíbrio do corpo.

Estima-se, atualmente, que 45% da população global sofra desta síndrome.

Acupressão: entenda melhor

Há 4 mil anos, médicos chineses descobriram que estimular um ponto específico perto do pulso podia aliviar o enjoo. Chamado de acupressão, o antigo método chinês envolve colocar pressão com os dedos ou a mão em determinados pontos do corpo.

Similar à acupuntura, o método se diferencia pela ausência de agulhas. A pulseira anti-enjoo - vendida no Brasil com o nome de Sea-band - conta com um mecanismo de ação que utiliza essa técnica.

Com faixas elásticas que possuem um botão plástico, o produto faz pressão em um ponto específico do pulso, chamado de ponto Nei-Kuan, que é localizado três dedos abaixo da dobra do punho, aliviando náuseas e enjoos de forma natural, sem efeitos colaterais.

Além de amenizar possíveis desconfortos em longas viagens, a pulseira também alivia enjoos relacionados com a gestação (80% das gestantes sofrem com náuseas no mínimo nos 3 primeiros meses de gravidez).

As náuseas causadas por tratamentos médicos como a quimioterapia, anestesia e diabetes também entram na lista de indicações ao uso da pulseira anti-enjoo.

Pulseira anti-enjoo: como usar

A pulseira deve ser usada em ambos os pulsos antes de viajar. É indicada para adultos e crianças a partir dos três anos de idade. Feita de tecido, não possui látex e pode ser lavada. O produto é livre de fármaco, não possui contra-indicação nem causa sem efeitos colaterais.

Além do método não ser invasivo, seu custo é baixo. Duas pulseiras anti-enjoos podem ser encontradas em farmácias ou lojas especializadas pelo valor de R$ 54,90

Será que funciona?

Para amenizar os desconfortos causados pela cinetose, além dos medicamentos tradicionais, existem tratamentos naturais. Mas, com frequência, paira uma dúvida sobre a eficácia dos métodos mais alternativos,  como é o caso da pulseira anti-enjoo.

Marlene Rocha, de 57 anos, que já usou a pulseira, revelou sua experiência com o produto. "Sempre passei muito mal viajando de carro. Minha pressão cai e eu sempre passava mal. Com a pulseira anti-enjoo me senti muito bem, fiz uma viagem longa, de avião e carro, e lá ainda andei de barco, sem sentir nenhum sintoma desagradável", comemora a dona de casa.

Leia também:

Anúncio google

1 comentário

Conteúdo muito bom e informativo! Também escrevi um artigo sobre náuseas e enjoos aqui: https://www.drentrega.com.br/bem-estar/tudo-o-que-voce-precisa-saber-sobre-nauseas-e-enjoos