Saiba o que é bruxismo e como o distúrbio se manifesta

Ana Paula Cardoso

Conheça causas e o tratamento do ranger dos maxilares, que pode causar o desgaste dos dentes e outros problemas de saúde 

Bruxismo deve ser tratado para não causar sequelas na dentição e articulações da boca. © iStockphoto.com


Por definição, chama-se de bruxismo os movimentos involuntários e periódicos, causados por uma pressão anormal sobre as articulações dos maxilares. O distúrbio decorre da contração rítmica de alguns músculos da face.  A consequência mais comuns são desgaste e sensibilidade dos dentes.

Essa pressão acaba forcando a mordida, pressionando uma arcada dentária contra a outra em movimentos de cima para baixo ou laterais, como ranger de dentes. Podendo ocorrer em qualquer hora do dia,  é muito mais comum à noite, durante o sono.

“O bruxismo pode ser classificado em primário, quando não há causa médica evidente, sistêmica ou psiquiátrica. E também é classificado como secundário, quando vem associado a um transtorno clínico ou neurológico. A maioria dos casos tem causa primária, ou seja, não associada a outros problemas”, explica  Rosane Menezes Faria, dentista da Caixa Seguradora Odonto.

Causas do bruxismo

Segundo a dentista, embora nenhum marcador genético tenha sido encontrado na “transmissão” da condição, estudos e a experiência clínica apontam que pelo menos um familiar próximo apresenta o bruxismo também.

Em se tratando as chamada causas secundárias do bruxismo, as principais são:

  • estresse, ansiedade e raiva;
  • algumas má oclusão dentária (situação em que os dentes não se encaixam normalmente);
  • sintoma de algumas doenças em que há presença de distúrbio de movimento, dentre várias estão a Parkinson, Huntington, síndrome de Shy-Drager e distonia oromandibular;
  • algumas doenças psiquiátricas como esquizofrenia e bulimia nervosa;
  • outras doenças como fibromialgia e dor miofacial;
  • disfunção da articulação temporomandibular (ATM);
  • crianças com  hiperatividade e déficit de atenção;
  • efeito colateral de alguns antidepressivos e ansiolíticos;
  • tabaco e álcool;
  • usuários de substâncias como ecstasy e cocaína;
  • consumo excessivo de cafeína.

Importância de tratar o bruxismo

O bruxismo deve sempre ser tratado, caso contrário, pode ter como consequência diversos problemas para a saúde. “O bruxismo pode ocasionar diversos problemas a saúde bucal em geral. Dentre eles, os de maior ocorrência são desgastes dos dentes, fraturas dentárias, dores musculares na face e agravamento da disfunção de ATM”, ressalta a Dra. Rosane.

Para o tratamento,  é sempre importante investigar a causa do bruxismo, para se conseguir evitar o problema. A terapia com psicólogo e técnicas de relaxamento podem ajudar se o bruxismo estiver relacionado ao estresse.

Caso esteja relacionado, por exemplo, ao consumo excessivo de cafeína, será preciso evitar o café e bebidas que tem a substância na composição. 

“Existe uma placa, chamada de placa oclusal, que o dentista pode confeccionar para que seja usado durante o sono. Os dentes poderão ser restaurados ou reabilitados em caso de desgaste ou fratura”, explica a dentista.

De acordo com a especialista, existem alguns medicamentos indicados para melhora do bruxismo como relaxantes musculares, antidepressivos, agentes dopaminérgicos e toxina botulínica.

“Esse último pode ser aplicado nos músculos da face que tem ligação com a ocorrência de bruxismo (masseter) e tem mostrado bastante eficácia”, completa a Dra. Rosane.

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto