0
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Direto da SPFW: maxi brincos, o hit do Verão 2016

Em versão giga, maxi brincos são destaque nos desfiles da São Paulo Fashion Week Verão 2016 e prometem ser a tendência da estação

Maxi brincos na SPFW (da esq. para dir.): maxi argola com penduricalho de estrela, da Triya; brinco em composição de penduricalhos com tema marítimo, da Salinas; e maxi argola em penduricalho, com contorno em corda, de Juliana Jabour.


Presença marcante dentro e fora dos desfiles da última São Paulo Fashion Week, os maxi brincos prometem dominar o verão brasileiro em 2016.  Nas passarelas, a aposta foi na versão giga do acessório, que surgiu em argolas, cores fortes e cheio de formas geométricas, com destaque para as peças apresentadas pela GIG Couture, Triya, Salinas e Água de Coco

Maxi brincos na SPFW (da esq. para dir.): brinco em leque geométrico, da GIG Couture; e maxi argola com textura que simula renda, da Água de Coco.


Longe de passar despercebido aos olhos alheios, o maxi brinco enriquece looks mais sóbrios e valoriza a região do colo e pescoço – em eviência durante a estação mais quente do ano. Peças decotadas ou em tomara-que-caia permitem abusar dos acessórios extra large, compondo um visual de verão nada óbvio. A influência de temas marítimos, com referências principalmente a conchas e estrelas do mar, também completa o mood descontraído da temporada.


Durante a SPFW, modelos ainda mais elaborados, com penduricalhos e em materiais naturais, como madeira, concha e pedras, estiveram em evidência nas composições de Juliana Jabour, Lilly Sarti e Têca por Helô Rocha. Um verdadeiro show de inspiração para quem quiser mergulhar nessa tendência.

Maxi brincos na SPFW (da esq. para dir.): maxi argola em material natural, da Lilly Sarti; e brinco em leque com penduricalhos em búzios e pedras, da Têca por Helô Rocha.


Copyright foto: Imaxtree

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'Direto da SPFW: maxi brincos, o hit do Verão 2016', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo