1
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Dieta do tipo sanguíneo: saiba como escolher os alimentos certos

Entenda como funciona a dieta e saiba quais são os melhores alimentos para cada tipo sanguíneo 

No cardápio de quem tem sangue B, por exemplo, salmão, ovos e repolho são alimentos positivos.


Desenvolvida pelo naturopata Peter J. D’Amamo, a dieta do tipo sanguíneo foi criada partindo do pressuposto de que os tipos sanguíneos (A, B, AB, O) influenciam no organismo como um todo, desde o metabolismo e  bem-estar a saúde emocional e sistema imunológico. 

Segundo a nutricionista Carolina Arbache, da Natue, nesta dieta cada tipo sanguíneo deve seguir um plano alimentar diferente para prevenir doenças e alcançar maior bem-estar. 

Nesta dieta, os alimentos são enquadrados em três categorias: positivos, aqueles que trarão benefícios e podem prevenir e tratar doenças; os neutros, como o próprio nome diz, não prejudicam e nem trazem malefícios; e os negativos podem trazer malefícios e devem ser evitados.

A classificação muda de acordo com o tipo sanguíneo. O iogurte, por exemplo, pode ser positivo para aqueles com sangue AB e B, negativo para os de sangue O e neutro para as pessoas com sangue A.

O plano alimentar pode ser feito por tempo indeterminado, segundo Carolina. “O intuito desse tipo de dieta é uma mudança de estilo de vida e não uma dieta com data para acabar. No entanto, é importante que quem deseje segui-la tenha acompanhamento de um especialista, já que ela exclui alguns grupos de alimentos”, explica. 

Fundamental para o sucesso da dieta, ser acompanhado por um especialista evita que o paciente desenvolva carências nutricionais ou tenha sua saúde prejudicada.

Para aqueles que querem testar a dieta, a nutricionista faz alguns alertas: em primeiro lugar, para que ela dê certo, deve ser aliada à exercícios: “A dieta do tipo sanguíneo preza por prática de atividade física, que além de ajudar a emagrecer, ajudam a lidar com o estresse.”

Outro ponto importante é que ainda não há estudos que possam afirmar se a dieta realmente funciona. “Não existe nenhuma evidência científica que comprove os efeitos da dieta do tipo sanguíneo”, afirma.

Classificação dos alimentos de acordo com o tipo sanguíneo

Confira abaixo quais alimentos devem ser priorizados ou evitados de acordo com o tipo sanguíneo de cada um, segundo a nutricionista.

Tipo A

As pessoas com o tipo sanguíneo A têm dificuldade em digerir proteína animal, especialmente carnes vermelhas. 

Alimentos positivos: Frutos do mar (peixes), frutas (abacaxi, ameixa, cereja, figo, limão e amora), verduras e legumes (abóbora moranga, alface, brócolis, cenoura, acelga, alcachofra e cebola), cereais (farinha de centeio, farinha de arroz, aveia, soja e derivados (como tofu, missô, farinha de soja e shoyu) e outros (alho, melado de cana, gengibre, chá verde, café e vinho tinto) 


Alimentos neutros: Laticínios (iogurte, queijo minas, mussarela e ricota), frutas (melão, passas, pêra, maçã, morango, uva, pêssego, goiaba e kiwi), verduras (agrião, chicória, milho e beterraba), cereais (milho, fubá e flocos de milho e cevada) e outros (açúcar branco e mascavo, chocolate, temperos como alecrim, mostarda seca, noz-moscada, manjericão, orégano, canela, hortelã, salsa e sálvia.)

Alimentos negativos: Carnes vermelhas, frutos do mar (ostra, camarão, lagosta e caranguejo), laticínios (creme de leite, sorvete, manteiga, requeijão e leite), frutas (caqui, carambola e coco), verduras (repolho, tomate, inhame, batata, berinjela e batata doce), cereais (farinha de trigo integral ou branca, gérmen de trigo e alimentos produzidos com ele como pão integral e pão preto e granola) e outros (pimenta em grão, vinagre, cerveja, licor, chá preto e refrigerante).

Tipo B

As pessoas com tipo sanguíneo B toleram dietas mais variadas.

Alimentos Positivos: carnes (carneiro, cordeiro, coelho e veado), peixes (bacalhau, salmão, linguado, badejo, caviar e sardinha), laticínios (iogurte, mussarela, coalhada, leite, queijo, ovos e ricota), frutas (abacaxi, bananas, mamão, uvas e ameixa fresca), verduras (batata doce, cenoura, berinjela, inhame, beterraba, brócolis, couve e repolho), cereais (arroz integral e aveia), outros (gengibre, salsa, açafrão, hortelã, pimenta, ginseng, gengibre e sálvia). 

Alimentos Neutros: carnes (bovina, peru e vitela), peixes (arenque, truta, atum e lula), laticínios (leite de soja, queijo parmesão, queijo soja, manteiga, requeijão e leite integral), frutas (morango, laranja, kiwi, passas e pera), verduras (abóbora, agrião, alface, acelga, aipo, cogumelos e espinafre), cereais (granola) e outros ( café, vinho branco, cerveja, chá preto, chá de amora, hortelã e camomila).

Alimentos Negativos: Carne (frango, pato, porco e presunto), frutos do mar (lagosta, camarão, caranguejo, polvo, ostra, polvo, mexilhão, além de anchova), laticínios (queijos fundidos, queijo roquefort, gorgonzola e sorvetes à base de leite), frutas (caqui, carambola, coco; verduras: alcachofra, azeitonas, tomate, broto de feijão e milho verde), cereais (farinha de trigo, milho e centeio) e outros (canela, maisena, pimenta branca e do reino, refrigerantes e bebidas destiladas).

Tipo O

As pessoas com esse tipo sanguíneo devem priorizar uma dieta baseada em carnes.

Alimentos Positivos: carnes (bovina, carneiro, vitela e cordeiro), peixes (bacalhau, badejo, sardinha, linguado e salmão), laticínios (queijo de cabra e queijo de soja), frutas (ameixa, nozes, figo e semente de abóbora) e verduras (abóbora, brócolis, espinafre, alface romana, acelga, salsa e azeite de oliva). 

Alimentos Neutros: carnes (frango e peru), peixes (atum, camarão e lagosta), laticínios (mussarela, manteiga e queijo minas), frutas (noz pecãn, castanhas, avelã e pinha), verduras (abobrinha, agrião e inhame), cereais (farelo de arroz e farinha de trigo integral) e outros (óleo de canola).

Alimentos negativos: carnes (de porco e derivados, como presunto e bacon), frutos do mar (caviar, salmão defumado e polvo), laticínios (creme de leite, iogurte, leite, a maioria dos queijos e sorvete), frutas (laranja, morango, coco, amora, amendoim, castanha do Pará, pistache, castanha de caju e abacate), verduras (berinjela e repolho), cereais (pão branco, milho, aveia e trigo) e outros (óleo de milho, óleo de amendoim, champignon e cuscuz).

Tipo AB

A dieta do tipo sanguíneo AB é a mais equilibrada. 

Alimentos Positivos: carnes (carneiro, coelho, cordeiro e peru), peixes (atum, bacalhau, cavala, sardinha, garoupa e truta), laticínios (coalhada, iogurte, mussarela, ricota e queijo cottage), frutas (abacaxi, ameixa, cereja, figo, limão, kiwi, uva e framboesa), verduras (aipo, alho, beterraba, berinjela, brócolis, couve-flor e pepino), cereais (arroz, farinha de centeio, de trigo e aveia) e outros (curry, alho, missô, gengibre e camomila).

Alimentos Neutros:  carnes (faisão e fígado), peixes (arenque, linguado e carpa), laticínios (leite e queijo de soja, leite desnatado e requeijão), frutas (ameixa seca, pera, passas, mamão, maçã e pêssego), verduras (broto de bambu, cebolinha, escarola, agrião e vagem), cereais (cevada, germe de trigo e granola) e outros (açafrão, mel, açúcar, melaço, chocolate e vinho). 

Alimentos Negativos: carnes (bovina, frango, porco, presunto e vitela), peixes (anchova, camarão, caranguejo, lagosta, linguado, ostra, mexilhão e siri), laticínios (leite integral, creme de leite, queijo parmesão, brie, provolone, roquefort e manteiga), frutas (banana, caqui, goiaba, laranja e manga), verduras (alcachofra, milho verde, nabo, pimentão e rabanete), cereais (farinha de cevada, de milho, trigo sarraceno, cereais matinais e amido de milho) e outros (alcaparras, tapioca, vinagre, mel de milho, anis, maisena, malte de cevada, pimenta do reino e vermelha).

Copyright foto: iStock

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'Dieta do tipo sanguíneo: saiba como escolher os alimentos certos', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo