0
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Casos de microcefalia aumentam 41% em todo Brasil

Ministério da Saúde admite que a contaminação por Zika vírus pode ter causado 1,7 mil casos da malformação de bebês no país

Brasil decreta estado de emergência por causa do aumento dos casos de microcefalia.


Se há alguns meses os casos de microcefalia estavam concentrados no Nordeste do país, hoje o Governo brasileiro admite a situação atinge todo país, com aumento de 41% na incidência de malformação em bebês. Há registros confirmados em 13 Estados e no Distrito Federal, com 19 mortes de crianças possivelmente causadas por esta condição. 

O ministro da Saúde, Marcelo Castro, afirmou que atualmente não existe problema mais grave no Brasil do que este, destacando a proliferação do Zika vírus como responsável do aumento dos casos de microcefalia. O Governo Federal decretou estado de emergência por causa do vírus e colocou o combate ao mosquito Aedes aegypt como prioridade máxima, especialmente no período de verão. 

Casos suspeitos de microcefalia também terão novos critérios de avaliação: a partir de agora, serão contabilizados os bebês que nascerem com a cabeça com 32 centímetros ou menos – o que já é adotado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Para as mulheres grávidas, os cuidados devem ser redobrados e os exames de pré-natal se tornaram ainda mais essenciais para detectar possíveis malformações nos bebês. 

Estados como o Rio de Janeiro já começaram a tomar providências mais assertivas para combater os focos do mosquito transmissor do Zika vírus, especialmente dentro das residências. A campanha Dez Minutos Salvam Vidas faz um apelo à população para que revistem suas casas e eliminem potenciais pontos de reprodução deste inseto.  

Copyright foto; iStock

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'Casos de microcefalia aumentam 41% em todo Brasil', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo