0
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Os cuidados especiais para quem está grávida de gêmeos

Especialista orienta sobre as principais características da gestação de gêmeos

Grávidas de gêmeos devem ser acompanhadas mais de perto pelos médicos.


Qualquer gravidez é uma fase de vida da mulher na qual são imprescindíveis alguns cuidados e alterações na rotina. Na chamada gestação gemelar – mulher grávida de gêmeos – estas precauções devem ser redobradas. “Gravidez múltipla é por si só uma gestação de alto risco e deve ser seguida com intensa vigilância, principalmente se associada a alguma patologia como hipertensão arterial ou diabetes”, recomenda o médico obstetra e ginecologista, Franco Chazan.

Na gravidez de gêmeos, há ainda o risco de prematuridade dos bebês, que também deve ser considerado. O sangramento durante a gravidez de múltiplos não é um evento normal. Ele pode ocorrer no início de qualquer gestação por diversos fatores, mas precisam ser avaliados pelo obstetra.

“O que se pode dizer é que, assim como a prematuridade é mais frequente em gestações gemelares (múltiplas) do que em gestações únicas, o sangramento também é mais frequente em quando se está grávida de gêmeos”, diz o obstetra.

O tipo de parto para grávidas de gêmeos 

Muitos pensam que mulheres com gravidez múltipla são obrigadas a se submeterem ao parto por cesariana. “Apesar de ser a via de parto mais frequente, a grávida de gêmeos também tem o direito e a possibilidade de ter seu parto natural”, esclarece o Dr. Chazan. 

Especialistas reforçam, no entanto, que  a motivação da mãe e do seu médico é um dos passos mais importantes para este desfecho, mas não basta só isso. As grávidas de gêmeos podem ter parto normal desde que:

  • apresentem 2 bolsas amnióticas (diamniótica);
  • o primeiro bebê posicionado para nascer esteja obrigatoriamente em apresentação cefálica (de cabeça para baixo) e seja o maior dos bebês. 

Gestantes que já tenham feito parto normal anteriormente devem ser mais encorajadas a realizar o parto via natural. Mas somente com o devido acompanhamento médico e não com doula ou parto em casa.

“Vale lembrar que há riscos, especialmente em relação ao segundo gemelar (a criança que nasce em seguida), além de tratar-se de uma situação em que os recém-nascidos normalmente têm menos que três quilos”, observa o obstetra.

A grávida de gêmeos que decide pelo parto normal, portanto, deve fazer apenas por obstetra, munido de toda segurança e experiência, em clínicas ou hospitais equipados com unidades neonatal. “Caso não haja as devidas condições recomendadas, é melhor que a paciente grávida de gêmeos e seu e obstetra optem por parto cesárea”, aconselha o médico.

Acompanhamento de perto

O risco de prematuridade é maior nas gestações múltiplas e merecem atenção especial e responsabilidade dividida entre o obstetra e os pais. A mulher grávida de gêmeos deve receber orientações e acompanhamento mais de perto, sendo necessários muitas vezes o repouso e medicações especificas.

Com relação à alimentação e suplementação vitamínica não se faz necessário dobrar as quantidades quando se está grávida de gêmeos, desde que a gestante seja rígida ao seguir a prescrição. “Certamente o repouso é fator determinante nos casos de gestação gemelar. O pré-natal deve ser ainda mais criterioso e personalizado para uma mulher com gestação múltipla”, reforça o Dr. Chazan.

Copyright foto iStock

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'Os cuidados especiais para quem está grávida de gêmeos', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo