0
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Kesha perde apelação em processo contra gravadora e ex-produtor

Juíza de Nova York negou todas as alegações da cantora e fechou processo de apelação

Kesha saindo do tribunal em fevereiro: corte manteve decisão e não aceitou a apelação da cantora.


O processo de apelação de Kesha contra a Sony Music e o produtor Dr. Luke foi negado por uma juíza de Supremo Tribunal de Justiça de Manhattan, em Nova York. A magistrada se recusou a reverter a decisão de fevereiro e rejeitou as alegações da cantora que, agora, precisa cumprir seu contrato com a gravadora. Kesha ainda tem mais um processo contra o Dr. Luke, onde o acusa de abuso sexual e psicológico em um tribunal de Los Angeles. 

De acordo com o site TMZ, a juíza Shirley Werner Kornreich aceitou a argumentação da gravadora, que disponibilizou outros produtores para que a cantora siga trabalhando. Sobre o caso de abuso sexual, a corte entendeu que nem todo estupro está relacionado a um crime de ódio, como definiu Kesha. 

Em sua defesa, a cantora disse que não poderia trabalhar com um “monstro”, que a dopou e a estuprou. Ela afirmou, ainda, que Dr. Luke a intimidou para perder peso e que, por conta da pressão, desenvolveu um transtorno alimentar e passou dois meses numa clínica de reabilitação em 2014. 

Copyright foto: Mary Altaffer/AP/SIPA

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'Kesha perde apelação em processo contra gravadora e ex-produtor', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo