1
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Semente de linhaça ajuda a emagrecer e diminui o colesterol

Semente rica em ômega 3 e fibras, a linhaça pode ser consumida em sucos, vitaminas, saladas de frutas, iogurtes e entre outros

Linhaça pode ser encontrada em grãos, farinha, óleo ou em cápsulas.


A linhaça é um daqueles ingredientes coringas que não podem faltar na cozinha. A semente cai muito bem quando preparada com sucos, vitaminas, saladas de frutas, iogurtes, saladas, barra de cereal, tapioca, crepiocas e diversas outras preparações.

Não só versátil e saborosa, essa semente também possui muitos benefícios. Segundo Bruna Lyrio, nutricionista da Clínica Tostes, a linhaça é considerada um alimento funcional, pois é fonte de ômega 3, fibras e lignanas. "Consumir linhaça regularmente pode ser benéfico para a diminuição do colesterol, da concentração de glicose no sangue e dos processos inflamatórios", ensina.

Além disso, acrescenta a nutricionista, a linhaça também possui propriedades antioxidantes, ajuda no controle do peso, no combate aos sintomas da TPM e, por ser laxativa, auxilia no bom funcionamento do intestino. Mas não para por aí: essa sementinha também pode ser uma grande aliada para quem busca eliminar os quilinhos extras.

Segundo Bruna, a linhaça pode ajudar na perda de peso, pois forma um gel no estômago que retarda o seu esvaziamento, fornecendo assim maior sensação de saciedade. Além disso, as fibras auxiliam no controle da glicose no sangue (glicemia), o que também favorece o emagrecimento.

Óleo, farinha ou in natura? Saiba como consumir

Não é apenas in natura que é possível encontrar a linhaça. Farinha, óleo ou cápsulas da semente também são opções de consumo. grão intacto, entretanto, continua sendo a escolha mais saudável, pois é a melhor forma de encontrar as fibras, lignanas, além de ômegas 3 e 6

Porém, para que estes nutrientes possam ser absorvidos pelo organismo, as sementes devem ser trituradas ou moídas e armazenadas de maneira correta. Isto porque sua casca é resistente, e se não for triturada, não consegue ser “quebrada” pelo suco gástrico do estômago e passa sem ser digerida pelo trato gastrointestinal.

A nutricionista aconselha triturá-la no liquidificador, usando o botão pulsar, para que as sementes não virem pó. É indicado também guardar a linhaça moída em um pote opaco (de preferência que a luz não passe) por até três dias na geladeira.

Já a farinha de linhaça, obtida através dos grãos de linhaça torrados e moídos, possui boa fonte de fibras, mas como é parcialmente desengordurada, na maior parte das vezes, possui menor teor de ômegas 3 e 6, e também de lignanas se comparada a semente in natura.
 
Outra opção é o óleo de cozinha extraído através da prensa das sementes de linhaça, rico em ômega 3 e fonte de ômega 6 e ômega 9. A especialista aconselha dar preferência aos 100% integrais e naturais, obtidos por uma única prensagem a frio, sem solventes ou aditivos. "A exposição ao calor, à luz e ao oxigênio provoca oxidação dos óleos, por isso é importante escolher os não refinados embalados em garrafas à prova de luz”, sugere a nutricionista. 

Por fim, a linhaça também pode ser suplementada através de cápsulas, contudo, é preciso consultar um nutricionista antes. Bruna conclui dizendo que o consumo diário de linhaça é de 30g, mas pode variar de pessoa para pessoa. Além disso, a semente não é indicada para gestantes. 

“Pesquisas mostram que o consumo de óleo de linhaça não é benéfico para a saúde da mãe e do bebê. O consumo da linhaça deve ser desestimulado para esse público, já que não se tem comprovação da segurança para o consumo desse grupo que requer atenção especial”, finaliza a nutricionista.

Copyright foto: iStock

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'Semente de linhaça ajuda a emagrecer e diminui o colesterol', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo