0
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Cauby Peixoto morre aos 85 anos

Cantor estava internado há uma semana com quadro de pneumonia. Velório será nesta segunda-feira, na Assembleia Legislativa de São Paulo

Após complicações de um quadro de pneumonia, Cauby Peixoto morre em São Paulo.


O cantor Cauby Peixoto morreu na noite deste domingo (15) em São Paulo. Aos 85 anos, ele teve complicações por conta de um quadro de pneumonia e estava internado no hospital Sancta Maggiore, no Itaim Bibi, desde o dia 9. 

Na página oficial de Cauby no Facebook, foi colocado um comunicado sobre a morte do músico: "Com muita dor e pesar informamos aos amigos e fãs que nosso ídolo Cauby Peixoto acaba de falecer as 23:50 do dia 15 de maio. Foi em paz e nos deixa com eterna saudades. Pra sempre Cauby!".

Na sexta-feira (13), o programa Video Show, da TV Globo, mostrou uma entrevista com Cauby. Durante a conversa, ele aparentava estar bem de saúde e relembrou a época em que as fãs rasgavam suas roupas. Mas, nas últimas décadas, ele enfrentou uma série de problemas. No começo de 2014, teve uma infecção no ouvido que o deixou longe dos palcos por três meses. Era diabético e na década de 1990 fizera cirurgia para implantar pontes de safena.

Cauby já precisava de apoio de duas pessoas para se locomover até o palco e cantava sentado. O que, segundo ele, não comprometia a qualidade da voz. "Tiro o ar do diafragma. Me dá até mais ar [cantar sentado]." Foi sentado que por mais de dez anos lotou às segundas o salão do Bar Brahma, na esquina das avenidas Ipiranga e São João.

Nascido em Niterói (RJ) em 1931, Cauby Peixoto Barros tinha 65 anos de carreira e nunca se casou ou teve filhos. O cantor iniciou sua trajetória artística na década de 1950 e gravou o primeiro disco pelo selo Carnaval em 1951. Cauby também conquistou fama internacional. Em 1959 chegou a ser chamado de ‘Elvis Presley brasileiro’ pela revista Time e gravou um álbum em inglês, com nome artístico de Ron Coby. Sua música “Blue Gardênia" foi tema do filme de Hollywood de igual título, que lhe abriu as portas para o estrelato.

De acordo com o site oficial do cantor, foram 49 álbuns lançados e dezenas de sucessos, entre originais e reinterpretações, como “Conceição”, “Blue Gardênia”, "A pérola e o rubi”, “Tarde fria", "Lábios que eu beijei", “Solidão”, “A noiva”, “Molambo”, “É tão sublime o amor”, "Bastidores", de Chico Buarque, e "New York, New York”, famosa na voz de Frank Sinatra.

Cauby Peixoto, que estava em turnê pelo Brasil com a cantora Angela Maria, e se apresentou ao lado da artista no dia 03 de maio no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. O corpo do cantor será velado na Assembleia Legislativa de São Paulo, no Ibirapuera, nesta segunda-feira (16). O enterro acontece no Cemitério Congonhas. 

Copyright foto: Agnews

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'Cauby Peixoto morre aos 85 anos', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo