0
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Aromaterapia trata e previne doenças

Método utiliza óleos essenciais de origem vegetal e vem ganhando cada vez mais usos no combate a diversos problemas de saúde

A aromaterapia é uma técnica importante na cura e prevenção de doenças físicas e mentais.


A especialista em aromaterapia Cláudia Melo dos Reis apresenta a técnica como uma terapia que possui diversas funções, sempre na busca pela saúde e bem-estar. “Podemos definir a aromaterapia como um método que se baseia no uso terapêutico de óleos essenciais, com o objetivo de alcançar a cura ou a prevenção de sintomas físicos, mentais, emocionais e energéticos”.
 

Como funciona a aromaterapia

Na aplicação da técnica são usados óleos de origem vegetal, em sua forma mais pura, extraídos diretamente das plantas, cuja a energia vital natural é conservada. Além disso, são altamente concentrados, voláteis e ricos em diversos componentes químicos.

“Os óleos essenciais são extraídos de diversas partes das plantas, como sementes, raízes, caules, flores, frutos, folhas e resinas”, explica Cláudia Melo dos Reis, lembrando que suas estruturas moleculares permitem a criação de uma infinidade de substâncias químicas naturais, o que facilita o uso em diversas terapias.

É importante lembrar que os óleos essenciais penetram no organismo através da pele, além dos sistemas olfativo e respiratório. Com isso, as substâncias são totalmente absorvidas pelo organismo sem restar qualquer resíduo nocivo. “Eles podem ser usados também em cremes de massagens, sabonetes, inalações, banhos de imersão, escalda-pés, compressas, aromatização de ambientes entre outros”, destaca a especialista.

Cuidados

Apesar de parecer uma técnica simples, é preciso ter cuidado ao aplicar a aromaterapia. Um alerta feito pela especialista é em relação ao fato de que os óleos puros não devem ser aplicados diretamente na pele. “Por serem ricos em componentes químicos naturais, sua aplicação direta sobre a pele na forma concentrada pode causar reações alérgicas ou desequilíbrios”, afirma. 

Os óleos essenciais possuem diversas propriedades terapêuticas, entre elas a ação analgésica, digestiva, descongestionante, diurética, relaxante, antisséptica, antidepressiva, bactericida, imunoestimulante, antiespasmódica, cicatrizante, estimulante, sedativa e desintoxicante.

É muito comum as pessoas confundirem essências com óleos essenciais, o que é um grande erro, segundo Cláudia Melo dos Reis. “As essências são produtos industrializados, que possuem a finalidade de obter aroma agradável e menor custo. Elas não possuem a energia vital, nem mesmo a riqueza de substâncias e propriedades terapêuticas dos óleos essenciais”. 

Outro erro recorrente é ligar a terapia Floral, na qual são usadas as essências florais, com a aromaterapia. Neste caso, as essências são extraídas de forma diferente, não contendo os componentes químicos dos óleos essenciais, mas somente a energia vibracional das plantas. 

Por isso, a dica é sempre procurar um profissional especialista em aromaterapia, como forma de evitar erros e poder extrair o melhor que a técnica oferece na busca pela saúde e bem-estar.

Copyright foto: iStock

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'Aromaterapia trata e previne doenças', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo