0
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Linha nigra: conheça melhor essa marca comum na gravidez

O mais comum é que a linha nigra desapareça após o parto, mas alguns cuidados podem ajudar a acelera o processo

Linha nigra aparece em 90% das gestantes e desaparece depois da gravidez.


Algumas marcas são bem características de períodos em que o corpo da mulher muda radicalmente como na gravidez, e a chamada linha nigra é uma delas. Normalmente surge entre a 14ª e a 16ª semanas de gestação, caracterizada por uma linha divisória bem no meio da barriga

De acordo com a dermatologista Ana Clara Maciel, “a linha nigra é um dos sinais claros das mudanças que o corpo da mulher sofre durante a gravidez, motivadas pelos hormônios (principalmente o estrogênio), modificando a pigmentação da pele”. A especialista destaca ainda que 90% das gestantes apresentam esta marca.

Causas da linha nigra

As alterações fisiológicas que ocorrem neste período, explica Ana Clara, acontecem devido à ação dos hormônios sobre receptores como os queratinócitos, fibroblastos, melanócitos e células endoteliais. “Eles revestem o interior dos vasos sanguíneos e as mudanças acabam refletindo na pigmentação da pele”.

A marca pode se apresentar de duas maneiras diferentes: em algumas gestantes surgem apenas na parte inferior do umbigo, enquanto em outras percorre toda a extensão do abdômen, indo desde o término da linha torácica até a pelve. 

Além da linha nigra, durante a gestação o estrogênio – que estimula a produção de melanina – pode causar escurecimento também de outras partes do corpo, como a região da face, dos seios, das axilas, da área genital e da parte interna das coxas. “Estas marcas devem desaparecer em aproximadamente 12 semanas após o parto apenas pelo reequilíbrio hormonal, sem o uso de qualquer medicação”, destaca a dermatologista.

Cuidados com a pele

Não há dúvidas de que os cuidados com a pele durante toda a gravidez são determinantes para que as marcas deste período não persistam. Manter uma boa alimentação, a ingestão constante de água e a hidratação da pele com produtos especiais podem fazer a diferença. “As alterações da pigmentação na pele durante a gestação devem ser acompanhadas por um dermatologista”, ressalta Ana Clara. 

“Após o término do período de gravidez, o dermatologista poderá indicar os melhores tratamentos para que tanto a linha nigra quanto as demais marcas desapareçam com mais facilidade”, afirma a especialista. 

Entre os tratamentos mais comuns pode-se destacar o uso de esfoliantes, que auxiliam na renovação celular da pele. Em alguns casos, quando as manchas persistem, é possível o uso de ácido fólico, que ajuda a atenuar a ação dos hormônios.

Copyright foto: iStock

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'Linha nigra: conheça melhor essa marca comum na gravidez', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo