0
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

ANS obriga planos de saúde a fazer exames para detecção do zika vírus

Agência estipulou um prazo de 30 dias para que os planos de saúde possam organizar a rede de atendimento e de laboratórios 

Planos de saúde devem cobrir exames para detecção do vírus zika.


Uma boa notícia para quem tem plano de saúde e que estava preocupado com o crescimento do número de casos confirmados de infecção pelo zika vírus. A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) anunciou a incorporação extraordinária de exames para detecção deste vírus ao Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde - lista que estabelece a cobertura obrigatória que os planos de saúde devem oferecer aos seus clientes. 

Os exames agora previstos na lista são o PCR (Polymerase Chain Reaction) que detecta o vírus nos primeiros dias da doença; o teste sorológico IgM, que identifica anticorpos na corrente sanguínea; e o IgG para verificar se a pessoa já teve contato com zika anteriormente.

A determinação visa assegurar atendimento ao chamado grupo prioritário, composto por gestantes, bebês e filhos de mães com diagnóstico de infecção pelo vírus, bem como recém-nascidos com malformação congênita sugestivas de infecção pelo zika. A atenção maior se dá pela associação da doença com o risco de microcefalia nas crianças. 

Detecção do vírus zika

As operadoras de planos de saúde têm 30 dias, contados a partir do dia 06 de junho, para organizar a rede de atendimento e de laboratórios para oferecer o procedimento. 

“É importante destacar que a ANS realizou de forma extraordinária a revisão do Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde para incorporação de testes laboratoriais para o diagnóstico da Zika por se tratar de uma emergência em saúde pública decretada pela Organização Mundial da Saúde (OMS)”, informou a diretora de Normas e Habilitação dos Produtos da ANS, Karla Coelho, por meio de nota à imprensa.

Entenda os exames incluídos

PCR – Para gestantes sintomáticas (somente até cinco dias após o surgimento dos primeiros sinais da doença).

IgM – Recomendado para gestantes com ou sem sintomas da doença nas primeiras semanas de gestação (pré-natal) com repetição desse procedimento ao final do 2º trimestre da gravidez. Também indicado para bebês, filhos de mães com diagnóstico de infecção pelo vírus zika, bem como os recém-nascidos com malformação congênita sugestivas de infecção pelo vírus.

IgG – Indicado somente para infeção pelo vírus Zika para gestantes ou recém-nascidos que realizaram pesquisa de anticorpos IgM cujo resultado foi positivo.

Copyright foto: iStock

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'ANS obriga planos de saúde a fazer exames para detecção do zika vírus', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo