1
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Conheça os benefícios da fototerapia

Feito com aparelhos específicos, ação terapêutica auxilia no tratamento de doenças de pele, como a psoríase e o vitiligo

Saiba para quem a fototerapia é indicada.


A fototerapia é um tratamento feito com a ajuda de um aparelho que emite raios ultravioletas na pele e é indicado para quem possui dermatoses de evolução crônica, como a psoríase e o vitiligo. Segundo a dermatologista Dra. Patricia Maluly, ela também pode ser associada à outros medicamentos sistêmicos, como os retinóides. 

Também indicada para fins estéticos, a fototerapia pode ser útil para combater rugas e manchas na pele, além de promover o rejuvenescimento. O tratamento é feito com a ajuda de aparelhos específicos para cada área, como câmaras de luz, led ou laser. 

As irradiações dos aparelhos, explica a dermatologista, podem ser UVA ou UVB, variando de acordo com os comprimentos das ondas. O tempo de permanência no aparelho também varia de acordo com o tipo de pele. "O tratamento só pode ser feito por profissionais que tenham conhecimento nesse segmento", alerta a profissional.

Patrícia também frisa a importância do uso de equipamentos adequados. “Não é qualquer luz que pode ser utilizada para a fototerapia. Lâmpadas comuns, que usamos em nossa residência, não oferecem nenhum tipo de reação ao tratamento da pele, por isso não podem ser utilizadas”, diz a médica. 

Outro cuidado importante é proteger os olhos do paciente. “Os profissionais devem colocar uma proteção para que a visão seja preservada e não queime devido a grande exposição a luz", alerta a especialista.

Benefícios da fototerapia

Diferente de outros tratamentos que costumam ter o preço elevado, a fototerapia é considerada um procedimento de baixo custo, o que torna acessível o tratamento mesmo  para quem precisa de maior exposição à luz para melhor resolver o seu problema.

Cada sessão varia de R$ 10 a R$ 50 dependendo do local ofertado. Patrícia relembra que é necessário procurar empresas especializadas, assim como profissionais que já tenham experiência nesse segmento. Os procedimentos são feitos em sessões de curta duração e com frequência semanal.

Ainda segundo a dermatologista, a fototerapia não traz benefícios somente para a pele, mas sim para o corpo todo. “Os pacientes sentem mais energia, pois os benefícios causados na pele nada mais são do que reflexos do que está acontecendo em seu interior”. Além disso, a fototerapia possui efeitos anti-inflamatório, imunossupressor e antiproliferativo.

Sobre os efeitos colaterais da fototerapia, Patrícia cita, em curto prazo, queimaduras na pele, principalmente se o pacientes for exposto a doses de ultravioleta inadequadas para o seu tipo de pele e para a doença que apresentam. “Essa situação é totalmente evitável, desde que a técnica seja empregada por médicos capacitados para o seu manejo”, explica.

No longo prazo, a exposição prolongada à radiação UV pode aumentar o risco de formação dos cânceres da pele do tipo não-melanoma, além de proporcionar o envelhecimento precoce da pele.

 “Diversos estudos têm demonstrado que o aumento dos riscos de doença, principalmente o tipo basocelular (forma mais comum de câncer de pele), é mínimo, não tornando a fototerapia uma contraindicação quando necessária para o controle de uma doença dermatológica”, finaliza a especialista.

Copyright foto: iStock

Veja também

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'Conheça os benefícios da fototerapia', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo