6
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Conheça os benefícios da romã e aprenda a preparar o chá com a sua casca

Além de ser indicada para quem sofre de problemas na garganta e resfriados, a romã também pode ser uma aliada no combate à celulite e aos quilos a mais

Conheça os benefícios da  romã para a saúde.


Vermelha por fora, e, por dentro, cheia de sementinhas que mais parecem cristais. A romã é uma fruta que até pouco tempo poderia ser considerada exótica. Hoje, seu consumo se popularizou e sua fama de amiga da saúde também. Com 3 vezes mais antioxidantes que o vinho e o chá verde, a fruta previne o envelhecimento precoce da pele, e possui ainda antivirais e antitumorais, além de vitamina A, C e E, e ácido fólico, indispensável para as grávidas.

Segundo Andrea Marim, nutricionista, a romã é conhecida por curar doenças do coração e por manter uma boa circulação do sangue, prevenindo infartos. Também auxilia quem sofre de problemas de estômago, câncer, osteoartrite, anemia e diabetes. Rica em fibras, a fruta ainda ajuda a reduzir o nível do mau colesterol (LDL), possui ação anti-inflamatória – graças a substâncias presentes em sua casca – e ativa o sistema imunológico.

Romã ajuda a emagrecer?

Ainda de acordo com a nutricionista, a romã possui um benefício muito buscado pelas mulheres: emagrecer. Isto porque a frutinha evita a absorção de gorduras e de triglicérides no corpo. Ela também ajuda na prevenção de hiperlipidemia e lipase pancreática, diminuindo assim o consumo de energia. Além disso, a romã tem baixa caloria: são 50 kcal em 100g. “A fruta quase não tem gordura e é rica em fibras que ajudam a regular o intestino e a diminuir o apetite”, explica Andrea.

Por conter propriedades anti-inflamatórias e diuréticas, a fruta também pode reduzir outro pesadelo das mulheres: a celulite. Para auxiliar em alcançar o objetivo de emagrecer e dar adeus à celulite, deve-se consumir uma romã diariamente, além de praticar atividade física.

Como consumir a romã?

A romã pode ser encontrada em diferentes formas, dependendo da região em que for cultivada. No Brasil, é comum encontrar a fruta da casca amarelada, já a casca em tons mais rosados é originária de países como Canadá. No sabor não há diferença. Segundo a nutricionista, a frutinha é versátil e pode ser aproveitada integralmente. “Seus benefícios podem ser encontrados na polpa, semente e casca”, ensina a expert.

Ela pode ser consumida in natura ou em forma de suco. Também pode-se colocar as sementes da romã na salada e usar o suco para fazer molhos, vinagretes e geleias, pois ele garante um ótimo sabor. Entretanto, a nutricionista faz alguns alertas: quem sofre com elevada acidez do estômago, como pancreatite ou gastrite, não deve consumir o suco da romã, pois ele pode acentuar os sintomas. 

Não jogue fora a casca!

Além de possuir benefícios nas sementes, a casca da romã não deve ir para o lixo. Usada para fazer chá, a casca é conhecida por ser um antibiótico natural contra infecções na garganta, pois possui igualmente propriedades anti-inflamatórias. 

Segundo Andrea, o chá, também indicado para curar resfriados, ainda possui propriedades antissépticas, que ajuda a limpar a garganta, sendo indicado para quem usa a voz para trabalhar, como jornalistas, cantores ou professores. Além da casca, as folhas também não devem ser desperdiçadas. “Beber o chá feito das folhas alivia os problemas digestivos”, ensina a nutricionista.

Aprenda a preparar o chá de romã:
  • 6 gramas da casca da romã
  • 1 xícara de água
Deixe as cascas fervendo por alguns minutos e depois coe a mistura, bebendo o chá em temperatura morna. Bebê-lo quente demais pode causar efeito contrário, prejudicando a garganta. Fazer um gargarejo pelo menos três vezes por dia com este chá também ajuda a cuidar da garganta. 

Como saber se a fruta está no ponto?

Na hora de comprar a fruta no supermercado ou na feira, nem sempre é fácil saber se ela está madura ou não. Para não errar na próxima vez, confira as dicas abaixo e aprenda a escolher a romã no ponto para o consumo.
  • Avalie a cor e o estado da casca. Romãs maduras variam de rosa escuro ao vermelho intenso, e apresentam uma casca brilhante, sem fendas ou manchas. As não maduras têm a pele mais clara, podendo até mesmo parecer verde ou amarela. 
  • Verifique o tamanho e o peso. Romãs maduras são geralmente do tamanho de bolas de beisebol e são mais pesadas, pois contêm mais suco e sementes maiores. Já as que ainda não estão maduras são menores.
  • Ouça o som que a romã faz ao bater de leve. Segure-a em uma das mãos e, com o dedo indicador, bata na casca de duas a três vezes. As maduras produzem um barulho "metálico", devido à grande quantidade de suco no interior da fruta. As romãs verdes fazem um som oco, enquanto as maduras demais produzem barulhos suaves e podem marcar ao serem batidas.

Copyright foto: iStock

Veja também

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'Conheça os benefícios da romã e aprenda a preparar o chá com a sua casca', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo