0
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Saiba o que é proibido e permitido durante a gravidez

Beber vinho, fazer ginástica ou tomar analgésico durante a gravidez é permitido? Especialistas respondem sobre  os mitos e verdades sobre hábitos durante a gestação 

Muitas mulheres ainda têm dúvida sobre o que é proibido ou permitido durante a gravidez.


Tão logo o resultado do teste de gravidez dá positivo, as mulheres logo pensam em todas as mudanças que estão a caminho. Mas estas alterações não são somente ligadas às transformações do corpo, mas também a alguns hábitos corriqueiros que podem acabar sendo prejudicais durante a gestação.

Especialistas são unânimes em afirmar que a mulher não deve seguir as opiniões das amigas, nem as crendices e muito menos em informações buscadas na internet, sem antes confirmar a procedência do site.  “A primeira coisa que a gestante deve fazer é levar sua ‘listinha’ de dúvidas ao ginecologista/obstetra que a acompanha”, reforça o médico ginecologista e obstetra Marino Pravatto Júnior.

Para entender os mitos e verdades sobre o que é permitido ou proibido durante a gravidez,  A Revista da Mulher conversou com os ginecologistas e obstetras Dra. Isabella Tartari e Marino Pravatto Júnior para esclarecer as principais dúvidas das gestantes.

O permitido e proibido durante a gravidez

Veja o que os médicos têm a dizer sobre os hábitos de vida das gestantes, que podem ou não afetar o bom desenvolvimento do bebê. 

Pintar o cabelo

Para a Dra. Isabella tartari, pode-se pintar o cabelo, mas somente a partir da 12ª semana de gestação, quando a formação do bebê já está completa. “Mas, mesmo depois desse período, evite o contato da tintura e tonalizantes com o couro cabeludo”, afirma a médica. Também é melhor usar tintas sem amônia na composição.

Adoçantes

Segundo os médicos, o melhor mesmo é evitar. “Sobre os adoçantes, a sucralose e estévia estão liberadas, mas faltam estudos científicos suficientes sobre os efeitos dos outros tipos de adoçantes durante a gravidez”, afirma a Dra. Isabella. E mesmo assim, o uso de adoçante por grávidas deve ficar restrito às grávidas que precisam fazer dieta ou controlar o peso e também aos casos de diabetes na gravidez

Tomar refrigerante dietético

Em tese, o refrigerante já não é recomendado nem mesmo para quem não está grávida. E o fato de a bebida ser dietética acaba sendo o mesmo caso dos adoçantes e precisam ser ingeridos com mais cautela. “O ideal é substituir as bebidas gaseificadas por sucos naturais. O refrigerante ainda tem a desvantagem de aumentar o desconforto gástrico”, completa a Dra Isabella Tartari.

Comer sushi

Para consumir alimentos crus, é preciso prestar muita atenção à higiene do local e à conservação dos produtos. Se estiver na dúvida, não coma. “Durante o preparo do pescado cru, se o alimento for manuseado por pessoas que não tenham lavado adequadamente as mãos, ele pode ser contaminado pelo protozoário toxoplasma gondii que se acumula embaixo das unhas das mãos quando não são higienizadas adequadamente”, orienta a Dra. Isabella.

Tomar um copo de vinho por semana 

Neste aspecto do consumo de álcool os médicos são categóricos:  100% do álcool consumido atravessa a barreira placentária na grávida ou chega ao leite materno da mulher que está amamentando. Ou seja, a regra vale para qualquer bebida alcoólica: simplesmente não pode.

Fazer ginástica

Os exercícios físicos são fundamentais para uma gestação saudável. A medicina já comprovou que se manter ativa é saudável, faz bem para o feto e para a mãe. Se a mulher já praticava atividade antes de engravidar, melhor ainda. “Se a mulher era sedentária, ela vai precisar de um pouco mais de cuidado, mas também sentirá os benefícios de uma gravidez ‘em movimento’”, afirma a Dra. Isabella. O Dr. Marino Pravatto Júnior reforça que deve-se consultar o obstetra antes de iniciar qualquer atividade física, principalmente nos três primeiros meses de gravidez,

Dirigir

Caso a gestante use moto, não é aconselhável por conta do risco de quedas. Sobre conduzir carro, a grávida pode dirigir até quando ela se sentir apta e confortável. “O que acontece (e é que normal) é que elas ficam mais desatentas no final da gestação. Vale aqui o bom-senso de cada uma”, afirma a Dra. Isabella Tartari.

Medicamentos  

Durante a gravidez, não se deve fazer uso de nenhum medicamento, seja ele homeopático ou alopático, sem o conhecimento do obstetra. “Nos três primeiros meses de gravidez pode ser ainda mais arriscado, em função de não existir ainda a chamada barreira placentária. Isso quer dizer que tudo que é ingerido pela mulher passa diretamente ao feto”, explica o Dr. Pravatto Júnior. 

Copyrught fotos: iStock

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'Saiba o que é proibido e permitido durante a gravidez', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo