11
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Conheça os benefícios e propriedades medicinais da arnica

Planta possui propriedades curativas e é amplamente utilizada na fitoterapia e homeopatia para tratar diversas doenças

Arnica possui propriedades anti-inflamatórias, analgésicas, cicatrizantes, entre outras.


Muito usada há séculos no tratamento de diversas doenças por habitantes das montanhas europeias, a arnica é também amplamente reconhecida em nosso continente, sendo considerada uma importante alternativa natural no tratamento de problemas de saúde.

“A arnica se destaca por suas propriedades anti-inflamatórias, antissépticas, analgésicas, cicatrizantes e anti-hemorrágicas. Ela é tão poderosa que vem sendo cada vez mais utilizada na medicina moderna, aproveitada inclusive na produção de medicamentos diversos”, afirma a especialista em cura pela natureza Vanessa Cardoso.

Além disso, pode ser utilizada tanto para tratamentos e aplicações externas quanto por meio da ingestão, o que faz dela uma das plantas mais versáteis da medicina alternativa. “É claro que tudo vai depender do tipo de problema que tenha surgido. Para o uso externo não há contraindicações, mas a ingestão deve ser indicada e acompanhada por um especialista em cura pela natureza para evitar riscos de intoxicação”, ressalta.

Arnica contra dores e inflamações

A arnica é conhecida por ser uma grande aliada contra as dores e inflamações causadas por lesões do dia a dia, sendo muito utilizada também por atletas de alto rendimento. Com ela é possível tratar:

  • contusões,
  • dores reumáticas dos músculos e articulações,
  • edemas (por fraturas),
  • escoriações,
  • flebite superficial,
  • furunculose,
  • hematomas,
  • picadas e ferroadas de insetos,
  • inflamações da orofaringe,
  • torções.

Segundo Vanessa Cardoso, já foram catalogados mais de 30 tipos diferentes de arnica, mas as mais utilizadas aqui no Brasil são as arnicas montana e a chamissonis. “Elas se destacaram das outras pelo fato de conter uma substância chamada helenalina, que é um tipo de lactona que apresenta uma excelente ação anti-inflamatória”, explica.

Para o uso externo, a arnica pode ser preparada de duas maneiras diferentes, mas que apresentam resultados bem parecidos, de acordo com a especialista. “Pode ser feito um óleo especial de arnica ou a chamada tintura de arnica, o que fica à escolha de quem vai utilizar. Vale lembrar que nas farmácias é possível encontrar também um gel feito à base de arnica, que também funciona muito bem”.

Aprenda a fazer o óleo e a tintura especial de arnica em casa

Para preparar o óleo de arnica em casa é bem simples: basta pegar 100 gramas de folhas secas de arnica e 7 colheres de sopa de azeite. Em um recipiente aquecido em banho-maria, misture os dois ingredientes e deixe cozinhar ali por três horas. Mantenha o recipiente sempre tampado. Depois é só guardar em um frasco para utilizar sempre que precisar.

Já no caso da tintura especial de arnica, pegue 100 gramas de folhas secas ou frescas de arnica, meio litro de água e meio litro de álcool de cereais. Misture tudo em um recipiente, tampe-o bem e guarde por 15 dias. Depois é só coar e guardar em um frasco escuro (para evitar a ação da luminosidade).

A orientação tanto para o óleo quanto para a tintura é que sejam aplicados a cada seis horas, o que vai certamente potencializar seus efeitos e apresentar resultados mais significativos de cura. “Não é aconselhado o seu uso para grávidas e lactantes, pessoas com dores gastrointestinais ou deficiência renal (ingestão) ou mesmo que apresentem sensibilidade à arnica”, alerta Vanessa Cardoso.

Copyright foto: iStock

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'Conheça os benefícios e propriedades medicinais da arnica', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo