0
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Leite materno: como armazenar?

Seja para doar ou para dar ao próprio bebê, é importante armazenar o leite materno em recipientes adequados e respeitar o prazo de validade  

Tire todas as dúvidas sobre como armazenar o leite materno.

 

A amamentação é um dos momentos mais especiais na vida das mamães. Por isso, é compreensível que surjam dúvidas e preocupações quando é preciso voltar ao trabalho antes do momento do desmame. A solução pode ser armazenar o leite materno, para alimentar o bebê na ausência da mãe. Há também mulheres que produzem muito leite. Neste caso, retirar o excesso pode trazer conforto à mãe  e o leite ainda pode ser doado para os bebê que não podem ser amamentados ou para um banco de leite

Segundo Débora Bauer, consultora em amamentação, enfermeira pediátrica e membro do Comitê Municipal de Aleitamento Materno de Londrina (PR), armazenar o leite materno traz benefícios, como: 

  • Traz alívio e conforto nos casos de excesso de produção láctea, ingurgitamento mamário e mastites;
  • Torna mais flexível a região mamilo-areolar, facilitando a pega do bebê e evitando lesões;
  • Aumenta a produção de leite ou mantém a lactação.
     

Como retirar o leite materno do peito?

O mais indicado, ensina Débora, é retirar o leite materno com a ordenha manual das mamas. Pode ser utilizado também as bombas tira-leite manual ou elétricas, desde que sejam adequadas ao tamanho da mama, não causem dor, estejam bem higienizadas e sejam fervidas a cada retirada do leite. Além disso, a região dos mamilos não pode estar machucada.

Para o momento da retirada, a especialista dá algumas dicas: “O ideal é escolher um lugar tranqüilo. Adote uma posição confortável com ombros relaxados e um pouco inclinados para frente. Ouvir música e ter uma foto do bebê por perto pode ajudar a relaxar e estimular os hormônios de descida e produção do leite”, sugere. 

Confira o passo-a-passo para retirar o leite materno:

  • Prenda os cabelos e proteja a boca e nariz. Evitando falar enquanto retira o leite;
  • Lave bem as mãos com água e sabão. Já as mamas, lave apenas com água corrente (não é indicado sabão para não ressecar a região dos mamilos);
  • É importante fazer uma massagem em toda mama, com movimentos circulares, da região areolar até a base do seio. Com os dedos da mão em forma de “C”, deixe o dedo polegar acima da linha aréola (onde termina a parte escura), e o indicador abaixo. Pressione a região areolar com as pontas dos dedos, aproximando os dedos e direcionando-os para o tórax. Pressione e solte até o leite começar a fluir;
  • Para coletar, pressione o recipiente de vidro próximo às mamas e comece a coleta. Massageie o seio, movimentando os dedos para esvaziar todas as partes da mama;
  • Alterne a mama quando o fluxo de leite diminuir. Aplique as últimas gotas retiradas na região dos mamilos e aréola para hidratação;
  • No caso de bombas tira-leite, posicione sempre a região do mamilo no centro do funil de coleta e evite pressão excessiva. 

 

Como armazenar o leite materno?

A melhor forma para armazenar o leite materno, indica Débora, é guardá-lo em recipiente de vidro com boca larga e tampas plásticas que possam ser submetidos à fervura de 15 a 20 minutos para esterilização. Após fervê-los,  é indicado escorrer o vidro com a abertura voltada para baixo, sobre um pano limpo, até secar.

A especialista ainda dá outras dicas:

  • Não encha o vidro até a boca de leite, pois ele expande após congelado;
  • Anote no frasco a data e o horário da primeira retirada e guarde-o imediatamente no freezer ou no congelador;
  • Feche bem o frasco na hora de guardá-lo. O vidro pode ser envolvido por um saco plástico, o que evitar odores ou gosto de outros alimentos;
  • Não guarde o leite na porta da geladeira, pois a temperatura pode variar neste local.   

Depois de armazenado, segundo a Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano, a orientação é que o leite materno fique na geladeira por no máximo 12 horas e, no freezer ou congelador, por no máximo 15 dias. O leite extraído para doação, por sua vez, pode ficar no freezer ou no congelador da geladeira por até 10 dias, e deve ser transportado ao Banco de Leite Humano.

Para descongelar o frasco, o ideal é colocá-lo na geladeira ou em um recipiente com água quente. Quando sobrar uma pedra de leite, a dica é agitar levemente o frasco para o final do descongelamento. "O leite materno deve ser ofertado em temperatura ambiente (temperatura em que sai da mama), sem estar quente para não perder as propriedades. Ele jamais pode ser aquecido no microondas", explica Débora. 

Não é indicado recongelar ou colocar novamente na geladeira o leite que foi descongelado, pois, além dele perder seus nutrientes, há risco de contaminação. Para quem ficou interessada em doar o leite materno, Débora incentiva a atitude. "A produção do leite depende do esvaziamento da mama, por isso, quanto mais a mulher amamenta ou esvazia as mamas, mais leite ela produz. Um litro de leite materno doado pode alimentar até 10 recém-nascidos por dia. Doe leite materno, salve vidas", orienta a especialista

Copyright foto: iStock

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'Leite materno: como armazenar?', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo