0
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Os benefícios da vitamina D para a saúde

Considerada um hormônio, a vitamina D deixa os ossos mais fortes, além de contribuir para a prevenção de diversas doenças

A vitamina D ajuda no combate a osteoporose e problemas como diabetes e obesidade.


Já faz algum tempo que a vitamina D vem ganhando bastante destaque entre a classe médica. Isso porque a substância, considerada um hormônio, é importante para prevenção de muitas doenças e para o bom funcionamento de diversos tecidos do organismo. Entre eles, podemos citar o metabolismo ósseo.

"A vitamina D previne a osteoporose, pois auxilia na absorção de cálcio no organismo e na modulação do paratormônio (PTH), hormônio que comanda o processo de reabsorção óssea", afirma a endocrinologista Mariana Farage, 

Segundo a especialista, a vitamina D também é importante porque:

  • contribui para a saúde do coração;
  • melhora a ação da insulina no organismo;
  • modula a atividade do sistema imunológico.

Falta de vitamina D

A ausência ou insuficiência do hormônio no organismo por muito tempo pode aumentar as chances de desenvolver algumas doenças. Entre elas, destacam-se:

  • doenças cardiovasculares;
  • câncer de intestino;
  • doenças inflamatórias autoimunes;
  • e esclerose múltipla.

A falta de vitamina D pode ainda piorar o diabetes e a síndrome metabólica -conjunto de doenças que tem como base a resistência à insulina, como obesidade, hipertensão, triglicérides, colesterol e glicemia alterada. Por isso, o ideal é sempre ingerir a quantidade certa do hormônio.

De acordo com dados do Instituto de Medicina dos Estados Unidos, um adulto de 19 a 70 anos, deve consumir 600 UI (Unidade Internacional) de vitamina D por dia. Isso equivale a 100 g de salmão selvagem, por exemplo.

Sol sem filtro solar

Existem três formas para se conseguir atingir os valores de vitamina D necessários ao organismo. A começar pela exposição solar, que deve ser feita em 30% da superfície corporal, como pernas e braços descobertos e sem filtro solar.

“O ideal é que o contato com os raios ultravioletas seja pela manhã, por volta das 9h, e à tarde, em torno de 16h”, explica a nutricionista Gabriela Zugliani. ´É necessário apenas cerca de 15 a 20 minutos de exposição diária para garantir uma boa produção da vitamina.

A segunda maneira, também bastante eficaz, envolve a alimentação. Alguns itens são ricos em vitamina D e podem ajudar, e muito, na reposição da substância no corpo. Por último, e também muito eficiente, o uso de suplementos vitamínicos.

“Esses alimentos são interessantes pois, atualmente, os estudos comprovam os benefícios da vitamina D para o corpo e, no caso da suplementação, ela vai possibilitar que não haja nunca a deficiência no organismo”, alerta Gabriela.

Vitamina D na medida

Mas, vale ressaltar que, antes de se submeter aos suplementos, é preciso avaliar com um médico a necessidade do nutriente e realizar exames para saber a taxa atual de vitamina. E, claro, é preciso ficar atento para não exceder o consumo da substância

O excesso também pode causar problemas ao corpo. Os principais efeitos adversos ligados à ingestão exagerada de vitamina D são:

  • perda de apetite;
  • náuseas e vômito;
  • aumento da pressão arterial;
  • fraqueza;
  • muita sede e aumento do cálcio no sangue e nos rins, o que pode provocar doenças renais.

Por isso, o recomendado é sempre procurar um médico e nunca se exceder.

Copyright foto: iStock

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'Os benefícios da vitamina D para a saúde', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo