2
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Use o óleo de girassol no dia a dia e ganhe mais saúde

O óleo de girassol é composto de gorduras do bem, mas deve ser consumido sem excessos para não trazer malefícios à saúde

Rico em vitaminas, o óleo de girassol melhora o sistema imunológico e controla a hipertensão.


Na hora de preparar alguma salada especial, ou até mesmo um molho para carnes, pode aparecer aquela dúvida sobre qual tempero utilizar. Embora não seja tão usual na cozinha brasileira, uma das melhores opções é o óleo de girassol. Rico na chamada gordura do bem, o alimento é considerado importante para a saúde.

“O óleo de girassol possui grande quantidade de gordura insaturada, que faz bem ao organismo, e menor volume de gordura saturada, aquela que só traz problemas ao corpo. Por isso, esse alimento é considerado mais saudável que outros tipos de lipídios, como a gordura animal e hidrogenada (margarina)”, explica Monique Giovana Licio Oliveira, nutricionista da GlobalMed.

Além disso, o alimento também é rico em diversos nutrientes importantes para a saúde. A começar pela vitamina E, antioxidante que ajuda a prevenir doenças como asma, artrite reumatoide e câncer de cólon. 

“A vitamina E também atua como um hidratante das células. Por esta razão, o óleo de girassol é amplamente utilizado também na composição de produtos de higiene e cosméticos”, aponta a nutricionista Ana Katia Zaksauskas Rakovicius. 

Respire melhor

A vitamina E não está sozinha. Ela ganha ainda mais força com a vitamina D, também presente no óleo de girassol. Os dois juntos atuam de forma a diminuir a quantidade e a gravidade dos ataques de asma. O motivo: os seus poderes anti-inflamatórios derivados da quantidade dos nutrientes citados. 

Os antioxidantes também contribuem com o sistema imunológico. “As vitaminas ajudam a blindar o corpo contra a entrada de vírus e bactérias no corpo. Além disso, evita o envelhecimento precoce da pele”, complementa Ana Claudia Santos, nutricionista.

Óleo de girassol faz bem, com moderação

O óleo de girassol ainda é rico em ômega 6, que contribui na redução do aparecimento de certos tipos de cânceres, como de pulmão, cólon e útero. “Também é rico em ácido oleico, um ácido graxo monoinsaturado que diminui os níveis do colesterol ruim (LDL) aumenta o colesterol bom (HDL)”, afirma Monique.

Mas, mesmo com tantos benefícios, é preciso ficar atento ao uso do óleo de girassol. Afinal de contas, o tempero é uma gordura que tem muitas calorias (cerca de 120 kcal por uma colher de sopa) e, por isso, deve ser consumido com moderação. 

Outra dica dos nutricionistas: o óleo de girassol só deve ser ingerido frio, ou seja, para temperar saladas ou como componente de molhos. “Quando aquecido, o óleo de girassol perde muitas das suas características, o que reduz bastante os benefícios tão importantes para a saúde”, aponta Monique.

Consumo indicado do óleo de girassol

Portanto, para aproveitar ao máximo os ganhos com o uso do óleo de girassol, a nutricionista Thaís Munhoz indica a ingestão de, no máximo,  1 colher de sopa por dia.

De acordo com a especialistas, o consumo em excesso do alimento pode causar:

  • desconforto e dores abdominais;
  • diarreia;
  • dores de cabeça;
  • e, em casos mais severos, levar ao aparecimento de aterosclerose, que é o acúmulo de gorduras nas paredes das artérias.

Sem esquecer que o óleo de girassol é rico em ácidos graxos poli-insaturados, que, em grandes quantidades, podem elevar os níveis de pressão arterial, causando distúrbios renais e outras complicações graves. Portanto, como tudo, o melhor é consumi-lo com moderação e, assim, ficar apenas com os benefícios.

Copyright foto: iStock

Publicado por . Última modificação: por oRedacao.

Este documento, intitulado 'Use o óleo de girassol no dia a dia e ganhe mais saúde', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o A Revista Da Mulher (https://arevistadamulher.com.br/) ao utilizar este artigo.
Adicionar comentário

Comentário

Comentar a resposta do usuário anônimo